Twitter adiciona novo recurso para bloquear contas por mensagens nocivas

Chamado de Modo de Segurança, o recurso faz com que os autores de tweets considerados perturbadores tenham suas contas bloqueados, ficando temporariamente impossibilitados de seguir a conta que o denunciou, ver seus tweets ou enviar DMs.

Chamado de Modo de Segurança, o recurso faz com que os autores de tweets considerados perturbadores tenham suas contas bloqueados, ficando temporariamente impossibilitados de seguir a conta que o denunciou, ver seus tweets ou enviar DMs.

O Twitter apresentou um novo recurso chamado Modo de Segurança, em inglês Safety Mode, que tem como objetivo coibir o comportamento abusivo bloqueando automaticamente tweets indesejados e outras formas de assédio on-line. O recurso está disponível atualmente apenas para alguns usuários.

“Os tweets indesejados ou nocivos podem atrapalhar as conversas no Twitter, por isso estamos apresentando o Modo de Segurança, um novo recurso que visa reduzir interações perturbadoras. A partir de hoje, vamos implementar esta nova funcionalidade de segurança para um pequeno grupo de usuários que nos fornecem feedback no iOS, Android e Twitter.com, começando com contas que têm as configurações do idioma inglês habilitadas”, disse o Twitter em uma postagem no blog oficial da rede social.

Ao ter a função Modo de Segurança habilitada, o novo recurso bloqueia as contas por um período de sete dias por uso de linguagem abusiva, como insultos ou comentários repudiáveis, bem como por fazer repetidas menções não solicitadas.

Ao ativar o novo recurso, os sistemas do Twitter passam a analisar o conteúdo do tweet, a relação entre o autor do tweet e a pessoa que responde e se há uma probabilidade de envolvimento negativo. A tecnologia também analisa relacionamentos. Caso o usuário interaja regularmente ou siga essas contas, o recurso não as bloqueará automaticamente.

No entanto, se a tecnologia do Twitter avaliar que os tweets contêm material ofensivo, os autores serão bloqueados automaticamente por um curto período. Isso significa que eles temporariamente não poderão seguir a conta que o denunciou, ver seus tweets ou enviar mensagens diretas (DMs).

Os usuários terão a opção de revisar os detalhes dos tweets em questão e contas bloqueadas no menu Modo de Segurança a qualquer momento. Além disso, os usuários também receberão uma notificação resumindo essas informações antes do fim de cada período do Modo de Segurança.

A rede social admite que o sistema não é perfeito. “Nem sempre acertaremos e podemos cometer erros, então os bloqueios automáticos do Modo de Segurança podem ser visualizados e desfeitos a qualquer momento por meio das Configurações do usuário. Também monitoraremos periodicamente a precisão do Modo de Segurança para fazer melhorias em nossos recursos de detecção”, destacou o Twitter.

O Twitter trabalhou com vários parceiros no Conselho de Confiança e Segurança da rede social durante o desenvolvimento do novo recurso. O principal objetivo da nova funcionalidade é proteger ainda mais os usuários, reduzindo a frequência de comentários nocivos. Enquanto isso, a rede social continuará verificando como o novo recurso funciona e adicionará melhorias durante essa fase de teste antes de lançar o Modo de Segurança para todos os usuários.

O assédio e outras formas de comportamento abusivo nas redes sociais tornaram-se um problema constante e as plataformas têm trabalhado muito para eliminá-los há algum tempo. No início deste ano, o Instagram também lançou seu próprio conjunto de recursos com o objetivo de ajudar a prevenir o assédio digital.

Newsletter

Discussão