O Orkut pode estar de volta?

Fundador do orkut reativa site, destaca a importância da proteção de dados e deixa a entender que a rede social pode estar de volta: “Vejo vocês em breve”.

Fundador do orkut reativa site, destaca a importância da proteção de dados e deixa a entender que a rede social pode estar de volta: “Vejo vocês em breve”.

Os usuários nem “tão jovens” devem lembrar do Orkut, uma rede social que foi criada em 2004 e durou 10 anos. No seu auge, a plataforma chegou a ter 300 milhões de usuários. Nesta semana, o seu fundador Orkut Büyükkökten reativou o domínio orkut.com e deixou um anúncio, em inglês e português, sobre um possível novo projeto.

Na mensagem, o engenheiro de software turco enfatiza a importância de lutar contra o crescimento do ódio virtual disseminado nas redes sociais e que as ferramentas on-line devem nos servir e não nos dividir: “O mundo precisa de gentileza agora mais do que nunca. Há tanto ódio online nos dias de hoje, e nossas opções para encontrar e construir conexões reais são poucas e bem escassas.”

O comunicado também destaca o papel das redes sociais em assegurar a proteção de dados dos usuários: “Elas devem proteger nossos dados, não vendê-los. Elas devem nos dar esperança, não medo e ansiedade. A melhor rede social é aquela que enriquece sua vida, mas não a manipula. Eu quero que você seja capaz de ser o seu verdadeiro eu, online e offline.”

Anúncio apresentado no domínio orkut.com

Ao concluir o comunicado apresentado no site da rede social, Orkut deixa a entender que a plataforma pode estar de volta: Vejo você em breve!. No twitter, os memes sobre a rede social ganharam destaque após a mensagem sobre o possível retorno do Orkut, confira:

Cadastre-se para receber por e-mail todas as atualizações sobre novos artigos que publicamos em nossa seção referente à Crise na Ucrânia.

Newsletter

Discussão