Tesouro Nacional sofre ataque de ransomware

O ataque foi direcionado à rede interna da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Segundo o Ministério da Economia, a Polícia Federal foi acionada para investigar o caso.

O ataque foi direcionado à rede interna da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Segundo o Ministério da Economia, a Polícia Federal foi acionada para investigar o caso.

Na última sexta-feira (13), o Ministério da Economia revelou a ocorrência de um ataque provocado por um ransomware ainda não identificado à rede interna da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Esse tipo de ameaça normalmente criptografa arquivos de um sistema comprometido, impedindo o acesso as informações. Em seguida, os cibercriminosos que controlam o ransomware costumam exigir um resgate em troca dos dados sequestrados.

Segundo nota divulgada pelo governo, “as medidas de contenção foram imediatamente aplicadas e a Polícia Federal, acionada”. Ainda de acordo com o Ministério, as primeiras análises sobre o ataque até o momento não apontam danos aos sistemas estruturantes da STN, como o Sistema Integrado de Administração Financeira (SIAFI) e os relacionados à Dívida Pública. As consequências do incidente estão sendo avaliadas pelos especialistas em segurança da Secretaria do Tesouro Nacional e da Secretaria de Governo Digital. O Ministério também destaca que novas informações sobre o incidente “serão divulgadas tempestivamente e com a devida transparência”.

Veja também: Órgãos governamentais: um alvo frequente de ataques de ransomware

Em maio deste ano, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJ-RS) foi vítima de um ataque do ransomware REvil que criptografou documentos e imagens dos sistemas do órgão. Os criminosos expuseram notas nos desktops dos computadores afetados com informações sobre o pagamento de um resgate. Em novembro de 2020, o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) sofreu outro ataque semelhante que fez com que a Corte tivesse que suspender todas as sessões de julgamento por videoconferência e as sessões virtuais destinadas à apreciação de recursos internos, bem como as audiências.

Newsletter

Discussão