Mais de 70% dos consumidores desconhecem a LGPD, aponta pesquisa

Segundo pesquisa realizada pela Boa Vista, mais de 70% dos consumidores brasileiros ainda não sabem do que trata a LGPD.

Segundo pesquisa realizada pela Boa Vista, mais de 70% dos consumidores brasileiros ainda não sabem do que trata a LGPD.

Segundo pesquisa realizada pela empresa de inteligência de crédito brasileira Boa Vista com mais de 500 consumidores, entre agosto e setembro de 2020, mais de 70% dos entrevistados revelaram que desconhecem a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A nova lei, que oficialmente entrou no último mês de setembro, estava sendo discutida desde 2018.

O resultado do estudo mostra a importância da disseminação de informações sobre a LGPD e como o consumidor deve estar ciente de seus direitos em relação a proteção e privacidade de seus dados pessoais nos mais diversos serviços e plataformas on-line. O Data Protection Officer da Boa Vista, Paulo Watanabe, destacou no site oficial da empresa que “apenas 1/3 dos consumidores tem consciência do que é a LGPD. É importante chamar atenção para a segurança de dados e a LGPD para que se evite o uso indevido de informações pessoais, o que pode acarretar uma série de prejuízos, inclusive financeiro”.

Entre outros dados da pesquisa, 77% dos entrevistados destacaram que não se preocupam com o uso indevido de seus dados pessoais. No entanto, esse cenário de preocupação do consumidor com a proteção de seus dados não é refletida em suas ações de proteção, já que 53% disseram que nem sempre se preocupam com as medidas de precaução ao informar seus dados a terceiros. Além disso, 88% dos entrevistados informaram que não se sentem totalmente seguros em fornecer o CPF em uma compra ou qualquer outra transação.

Segundo outra pesquisa realizada entre junho e julho de 2020 com mais de 400 empresas com atuação no Brasil, 64% das organizações ainda não estavam em conformidade com a LGPD. O levantamento foi feito pela Akamai Technologies, empresa americana de serviços e performance de tráfego global na internet. Em caso de descumprimento da lei, a empresa ou responsável pelo serviço pode receber desde advertências a multas que podem chegar a até R$ 50 milhões.

Newsletter

Discussão