Show do DJ Marshmello em Fortnite: um evento que também atraiu golpistas | WeLiveSecurity

Show do DJ Marshmello em Fortnite: um evento que também atraiu golpistas

O primeiro show virtual realizado em um videogame também atraiu o interesse de golpistas, que tentaram aproveitar esse enorme encontro para enganar os usuários e “vender ingressos” para um evento gratuito.

O primeiro show virtual realizado em um videogame também atraiu o interesse de golpistas, que tentaram aproveitar esse enorme encontro para enganar os usuários e “vender ingressos” para um evento gratuito.

Neste sábado (02), o jogo Fortnite foi palco de um show do DJ Marshmello e o evento foi um verdadeiro sucesso, contando com um set de 10 minutos no popular jogo da Epic Games. No entanto, como quase sempre acontece, os golpistas marcaram presença nesse grande evento, tentando enganar os usuários com a venda de ingressos para o encontro, quando, na verdade, o show era gratuito.

O evento reuniu cerca de 10 milhões de usuários, principalmente adolescentes e crianças, que compõem a faixa etária do jogo. E além do número de usuários atraídos e do fato de que conseguiu reunir um público 25 vezes maior do que o lendário show de Woodstock, ou que excedeu o recorde do Guinness que “tinha” até agora Rod Stewart com 4,2 milhões de participantes em um show gratuito, este evento deixou em evidência o tema da segurança e a exposição dos usuários na hora de usar os meios digitais.

Esse tipo de videogame não só permite que os usuários joguem, mas geralmente oferece a possibilidade de interagir com outros usuários, como é o caso de Fortnite, que através da função “voice chat” permite conversar com qualquer jogador que esteja online. Por isso, é importante parar e pensar nos riscos associados ao contato com estranhos no mundo digital.

Já existem casos relatados nos Estados Unidos e no Canadá, para mencionar alguns, em que groomers (adultos que manipulam um menor com o objetivo de afetar sua integridade sexual) foram presos, com base em investigações que começaram com uma denúncia feita por usuários de Fortnite.

Entre outras coisas, isso ocorre em parte por causa da falsa sensação de segurança ou privacidade dos jogos online, em que o usuário sente que conta com o controle de suas informações, sem perceber que, ao interarir com outros usuários, começa pouco a pouco a “baixar a guarda”, expondo-se desnecessariamente a assediadores disfarçados de supostos jogadores que prometem (e até mesmo em alguns casos cumprem) dar acessórios ou melhorias ao personagem e assim ganhar a confiança do usuário para que, por exemplo, o assediador solicite o envio de imagens íntimas para extorquir as vítimas, como vimos no post “Fortnite: um jogo que também atrai golpistas e assediadores”.

Voltando para o show e ao cuidado que devemos ter diante desses tipos de eventos virtuais, vimos através das redes sociais mensagens no Twitter em que foram colocados à venda ingressos para o show do DJ Marshmello quando, na verdade, o evento era totalmente gratuito.

Usuário no Twitter oferece acesso VIP para marshmello em Fortnite.

Usuário no Twitter oferece supostos ingressos para ver Marshmello em Fortnite e pede para ser contactado por mensagem privada.

Mesmo os usuários que aparentemente caíram no engano (ou fazem parte dele) e compraram seus ingressos para o show, compartilharam nas redes sociais a alegria de terem conseguido as entradas, fazendo com que outros usuários pudessem cair na armadilha ao também pretender comprar um ingresso.

Usuário enganado (ou cúmplice do golpe) garante ter comprado entradas para o show.

Basta procurar as hashtags #fortnite #marshmello #vip e será possível encontrar mensagens que, em tom de zombaria, se referem à venda de ingressos e campanhas de engenharia social que buscam desde obter algum lucro econômico até mesmo gerar bancos de dados publicitários por meio do golpe.

Esse tipo de atividade é especialmente visível antes de qualquer grande evento, como aconteceu, por exemplo, nos dias anteriores ao Super Bowl, quando páginas não oficiais de marcas bem conhecidas ofereciam sorteios de sapatos.

É importante atentar para as interações dos usuários, principalmente menores de idade, e verificar por diversas fontes todas as informações que encontramos para não acabarmos sendo vítimas de campanhas de engenharia social. Por fim, é importante que os usuários aprendam a proteger suas informações pessoais para evitar se tornarem vítimas de um golpista ou cibercriminoso.

Discussão