Apps bancários falsos descobertos no Google Play vazam dados roubados de cartões de crédito

Apps bancários falsos descobertos no Google Play vazam dados roubados de cartões de crédito

Prometendo aumentar o limite de crédito para os usuários de três bancos indianos, os aplicativos maliciosos extraíam os detalhes do cartão de crédito e as credenciais de acesso do sistema home banking usando formulários falsos que os usuários completavam. Em seguida, os dados eram vazados na Internet.

Prometendo aumentar o limite de crédito para os usuários de três bancos indianos, os aplicativos maliciosos extraíam os detalhes do cartão de crédito e as credenciais de acesso do sistema home banking usando formulários falsos que os usuários completavam. Em seguida, os dados eram vazados na Internet.

Pesquisadores da ESET descobriram um novo grupo de aplicativos bancários falsos que encontraram uma forma de chegar à loja oficial do Google Play. Oferecendo um aumento no limite de crédito do cartão para usuários de três bancos na Índia, os aplicativos maliciosos solicitam detalhes do cartão de crédito e dados de acesso para serviços bancários pela Internet usando métodos fraudulentos. Mas o pior é que as informações roubadas das vítimas são vazadas na Internet e em texto simples, através de um servidor exposto.

Imagem 1 – Aplicativos maliciosos no Google Play.

Os aplicativos falsos foram enviados ao Google Play em junho e julho de 2018 e instalados por centenas de usuários antes de serem excluídos após a ESET informar a Google. Os aplicativos foram publicados com o nome de três desenvolvedores diferentes, cada um representando um banco indiano diferente. No entanto, os três aplicativos estão relacionados a um cibercriminoso.

Como os aplicativos funcionam?

Os três apps seguem o mesmo procedimento. Uma vez executados, é exibido um formulário (Imagem 2) no qual são solicitados os detalhes do cartão de crédito. Se os usuários preencherem o formulário e clicarem em “enviar”, eles serão encaminhados a um formulário solicitando dados de acesso ao serviço home banking (Imagem 3). O interessante é que, embora todos os campos estejam marcados como obrigatórios (*), ambos os formulários podem ser enviados em branco –  um indicador claro de que estamos diante de algo suspeito.

Imagem 2 – Formulários falsos usados para roubar os detalhes do cartão de crédito.

Imagem 3 – Formulários falsos usados para roubar dados de acesso para serviços home banking.

Clicando nos dois formulários (sendo ou não completados) os usuários são direcionados para uma terceira e última tela na qual se agradece ao usuário pelo interesse e lhe informa que um “executivo de atenção ao cliente” entrará em contato o mais rápido possível (Imagem 4). Embora a realidade, obviamente, é que ninguém irá se comunicar com a vítima e, a partir desse momento, o aplicativo não oferece nenhum tipo de funcionalidade.

Imagem 4 – Tela final exibida pelo aplicativo malicioso.

Enquanto isso, os dados inseridos através dos formulários falsos são enviados para o servidor do invasor em texto simples. O servidor que armazena esses dados roubados é acessível a qualquer pessoa com o link e sem a necessidade de autenticação. Para a vítima, isso aumenta consideravelmente o potencial do prejuízo, já que os dados roubados não estão disponíveis apenas para o invasor, mas estão nas mãos de qualquer pessoa com acesso ao link.

Imagem 5 – Dados bancários roubados e em texto simples acessíveis no servidor do invasor.

Recentemente, alertamos sobre outro aplicativo malicioso que vaza informações roubadas para que qualquer pessoa possa vê-las – um falso aplicativo MyEtherWallet, que expõe as chaves privadas para as carteiras das vítimas. Esta descoberta destaca a necessidade de ser extremamente cauteloso quando se trata de baixar aplicativos financeiros de qualquer tipo.

Como estar protegido

Se você tiver algum desses aplicativos maliciosos instalados, recomendamos desinstalá-los o mais rápido possível. Verifique sua conta bancária em busca de qualquer atividade suspeita e altere o código do seu cartão, assim como seu código de acesso, para o serviço home banking.

Confira algumas dicas para evitar ser víctima de aplicaciones desse tipo:

  • Apenas confie nos aplicativos bancários que estejam associados ao site oficial do seu banco.
  • Nunca insira informações de acesso à sua conta bancária em um formulário quando não tiver certeza sobre a segurança da página ou se suspeitar de sua legitimidade.
  • Preste atenção ao número de downloads, à avaliação do aplicativo e aos comentários que outros usuários deixam no Google Play.

Mantenha seu dispositivo Android atualizado e use uma solução de segurança confiável. No caso dos produtos da ESET, eles detectam esses aplicativos maliciosos como o Android/Spy.Banker.AHR.

Aplicativos bancários legítimos cuja identidade foi substituída:

App namePackage name
iMobile by ICICI Bankcom.csam.icici.bank.imobile
RBL MoBANKcom.rblbank.mobank
HDFC Bank MobileBanking (New)com.hdfc.retail.banking

IoCs

Pelo momento, não publicaremos os indicadores de compromisso para não expor as informações filtradas das vítimas.

Discussão