Ataque ao YouTube: clipe "Despacito" é excluído da conta da Vevo

Ataque ao YouTube: clipe “Despacito” é excluído da conta da Vevo

Despacito, o vídeo mais visto na história do YouTube com mais de 5 bilhões de visitas, foi excluído momentaneamente depois de sofrer um ataque.

Despacito, o vídeo mais visto na história do YouTube com mais de 5 bilhões de visitas, foi excluído momentaneamente depois de sofrer um ataque.

Apenas 5 dias depois de se tornar o primeiro vídeo na história do YouTube a ter mais de 5 bilhões de acessos, o clipe da música “Despacito”, de Luis Fonsi com Daddy Yankee, foi removido da conta da Vevo no YouTube por algumas horas, depois de ser vítima de um ataque que também substituiu o vídeo por uma imagem miniatura de um grupo de homens mascarados com armas (da série “La Casa de Papel”). Além disso, os cibercriminosos escreveram uma mensagem dizendo ” Free Palestine” (“Palestina Livre”, em português).

Imagem miniatura do clipe “Despacito” foi substituída.

No momento da produção deste post, o vídeo “Despacito” voltou a estar novamente disponível no YouTube. Inicialmente, os relatórios indicavam que a eliminação do vídeo havia sido o resultado de um ataque, mas como já está disponível, pode-se supor que a eliminação foi feita de forma preventiva pela gravadora de Luis Fonzi.

Mas este não foi o único vídeo da conta da Vevo que foi vítima deste ataque à sua autenticidade. Segundo os meios de comunicação britânicos BBC e Independent, os clipes de vários artistas, como Shakira, Drake ou Taylor Swift, também foram eliminados – pelo menos momentameamente.

De acordo com os meios de comunicação britânicos, a conta do Twitter de um dos aparentes cibercriminosos que recebe o nome de Prosox, diz que “foi apenas por diversão” e também explica que eles usaram o script “youtube-change-title-video”.

Discussão