Novos sinais de que a Hacking Team está ativa no mundo real

Novos sinais de que a Hacking Team está ativa no mundo real

Uma nova pesquisa da ESET descobriu amostras ativas, em 14 países, do spyware de espionagem desenvolvido pela Hacking Team.

Uma nova pesquisa da ESET descobriu amostras ativas, em 14 países, do spyware de espionagem desenvolvido pela Hacking Team.

As amostras anteriormente não relatadas da desprezível ferramenta de vigilância da Hacking Team, um spyware chamado RCS (Remote Control System), estão ativas e foram detectadas pelos sistemas da ESET em 14 países.

Nossa análise das amostras revelou evidências sugerindo que os próprios desenvolvedores da Hacking Team estão trabalhando ativamente no desenvolvimento desse spyware.

A Hacking Team e o ataque em 2015

Desde a sua fundação em 2003, o fornecedor italiano de spyware, Hacking Team, ganhou notoriedade pela venda de suas ferramentas de monitoramento aos governos e suas agências em todo o mundo.

As capacidades do seu principal produto, o RCS, incluem a extração de arquivos de um dispositivo específico, interceptação de e-mails e sistemas de mensagens instantâneas, bem como a ativação remota da webcam e o microfone de um dispositivo. A empresa foi criticada por vender este tipo de serviços de espionagem a governos autoritários, uma acusação que foi sistematicamente negada pela Hacking Team.

Quando a situação foi revertida em julho de 2015 e a própria Hacking Team sofreu um ataque malicioso, o uso da ferramenta RCS foi confirmado por regimes opressivos. Com 400 GB de dados internos, incluindo a lista secreta de clientes, comunicações internas e o código-fonte do spyware, vazado na Internet, a Hacking Team foi forçada a pedir aos seus clientes que suspendessem o uso do RCS, deixando sua situação um tanto incerto para o futuro.

Desde que o ataque ocorreu, a comunidade de segurança permaneceu alerta à espera do momento em que a empresa voltasse a ficar em pé. Os primeiros relatórios sugerem que a Hacking Team retomou as operações seis meses depois, quando, aparentemente, uma nova amostra do spyware para Mac estava ativa. Um ano após do incidente, um investimento de uma empresa chamada Tablem Limited gerou mudanças na estrutura de acionistas da Hacking Team, onde a Tablem Limited tornou-se proprietária de 20% das ações da empresa italiana. Embora a Tablem Limited esteja oficialmente baseada em Chipre, notícias recentes sugerem que a organização possui vínculos com a Arábia Saudita.

Tendo concluído recentemente a nossa investigação sobre a comercialização de outro spyware, como é o caso do FinFisher, dois eventos interessantes envolvendo a Hacking Team ocorreram em pouco tempo: o relatório da aparente recuperação financeira da Hacking Team e nossa descoberta sobre uma nova variante do RCS ativo com um certificado digital válido.

O spyware está ativo

Nas primeiras etapas desta investigação, nossos amigos do “The Citizen Lab“, que têm uma longa história seguindo os passos da Hacking Team, fizeram uma ótima contribuição que nos levou a descobrir uma versão ativa do spyware que também possui um certificado digital válido que nunca foi visto antes.

Nossa investigação adicional descobriu várias outras amostras do spyware criado pela Hacking Team após o ataque de 2015, com pequenas modificações em relação às variantes lançadas antes do vazamento do código-fonte.

As amostras foram coletadas entre setembro de 2015 e outubro de 2017, e as avaliamos até determinar que as datas de compilação são autênticas. Esta avaliação foi feita com base nos dados de telemetria da ESET que indicaram o estado ativo das amostras dentro deste período.  Análises mais amplas permitiram concluir que todas as amostras estão voltadas para um único grupo. Ou seja, não se tratavam de atores diferentes que construíram suas próprias versões com base no vazamento do código-fonte da Hacking Team.

Um indicador que reforça essa afirmação é a sequência do certificado digital usado para assinar as amostras – encontramos seis certificados emitidos sucessivamente. Quatro deles foram emitidos pela Thawte para quatro empresas diferentes, enquanto dois são certificados pessoais emitidos para Valeriano Bedeschi (co-fundador da Hackin Team) e alguém sob o nome de Raffaele Carnacina, conforme podemos ver na tabela abaixo.

Certificate issued toValidity period
Valeriano Bedeschi8/13/2015 – 8/16/2016
Raffaele Carnacina9/11/2015 – 9/15/2016
Megabit, OOO6/8/2016 - 6/9/2017
ADD Audit6/20/2016 - 6/21/2017
Media Lid8/29/2016 - 8/30/2017
Ziber Ltd7/9/2017 - 7/10/2018

As amostras também falsificaram os metadados em comum do arquivo Manifest – usado para ocultar como um aplicativo legítimo -, apresentando-se como “Advanced SystemCare 9 (9.3.0.1121)”, “Toolwiz Care 3.1.0.0” e “SlimDrivers (2.3.1.10)”.

De acordo com nossa análise, os autores das amostras têm usado o VMProtect, aparentemente em um esforço para tornar as amostras menos propensas a serem detectadas. Isso foi comum na equipe da Hacking Team antes do incidente.

As conexões entre essas amostras separadamente poderiam ter sido originadas por praticamente qualquer grupo que tivesse proposto usar o código-fonte ou o instalador vazados – como foi o caso do Callisto Group no início de 2016. No entanto, reunimos mais evidências que ligam as amostras posteriores ao vazamento aos próprios desenvolvedores da Hacking Team.

O controle de versões (que acessamos depois de passar a proteção VMProtect) observado nas amostras analisadas continua onde a Hacking Team o deixou antes do ataque. Além disso, segue os mesmos padrões. O hábito da Hacking Team de compilar suas playloads – chamadas Scout e Soldier – de forma consecutiva, e frequentemente no mesmo dia, também podem ser vistas nas novas amostras.

A tabela a seguir mostra as datas de compilação, as versões e as autoridades de certificação das amostras do spyware para Windows da Hacking Team entre 2014 e 2017. A reutilização do código-fonte divulgado pelo Callisto Group está marcada em vermelho.

Compilation dateScout versionSoldier versionCertificate issued to
2014-11-271007Open Source Developer, Muhammad Lee's
2014-12-0511Open Source Developer, Muhammad Lee's
2014-12-12121008Open Source Developer, meicun ge
2015-03-191009Open Source Developer, meicun ge
2015-03-2713Open Source Developer, meicun ge

JULY 2015 LEAK

2015-09-0415Valeriano Bedeschi
2015-10-19161011Raffaele Carnacina
2016-01-05 13 SPC
2016-01-1817Raffaele Carnacina
2016-03-24181012Raffaele Carnacina
2016-06-171014Megabit, OOO
2016-08-02211016Megabit, OOO
2016-09-01221017ADD Audit
2016-12-19231018ADD Audit
2017-01-31241019ADD Audit
2017-04-28251020ADD Audit, Media Lid
2017-06-28271022Media Lid, Ziber Ltd
2017-10-0928Ziber Ltd
2017-10-181025Ziber Ltd

Além disso, nossa pesquisa confirmou que as mudanças introduzidas na atualização pós-filtragem estavam alinhadas com o estilo de escrita de código da Hacking Team. Por outro lado, muitas vezes são encontrados em locais que indicam uma profunda familiaridade com o código. É praticamente impossível para outro ator – além dos próprios desenvolvedores da Hacking Team – fazer modificações exatamente nesses mesmos locais, no momento de criar novas versões do código-fonte da Hacking Team que foram vazadas.

Uma diferença sutil que descobrimos entre as amostras da etapa anterior a brecha e a posterior, é a diferença no tamanho do arquivo Startup. Antes do vazamento, o arquivo foi preenchido para ocupar um tamanho de 4 MB. Em amostras pós-filtragem, esta operação de cópia do arquivo tinha um preenchimento de 6 MB – provavelmente como uma técnica de evasão antiga.

Hacking Team's

Figura 1 – A cópia do tamanho do arquivo de startup foi alterada de 4 MB para 6MB

Encontramos outras diferenças que nos convenceram totalmente do envolvimento da Hacking Team. No entanto, a divulgação desses detalhes pode interferir em um futuro rastreamento desse grupo, e é por esse motivo que optamos por não publicá-los. Mesmo assim, estamos abertos a compartilhar esses detalhes com outros pesquisadores (para qualquer pergunta, envie um email para threatintel@eset.com).

A funcionalidade do spyware coincide amplamente com o que vazou através do código-fonte, embora nossa análise ainda não tenha confirmado o lançamento de qualquer atualização significativa, tal como a Hacking Team prometeu após o ataque.

Quanto ao vetor de distribuição das amostras que analisamos após o vazamento, em pelo menos dois casos, detectamos o spyware em um arquivo executável anexado (disfarçado como PDF) em uma campanha de phishing por e-mail.

Os nomes dos arquivos anexados contêm descrições que tentam diminuir a suspeita quando são recebidos por diplomatas.

Figura 2 – Linha do tempo da investigação

Conclusão

Nossa pesquisa nos permite afirmar que, com uma óbvia exceção, as amostras que analisamos após o vazamento correspondem a um trabalho feito por desenvolvedores da Hacking Team. Isso significa que eles não são o resultado da reutilização do código que foi vazado por terceiros, como foi no caso do Callisto Group em 2016.

Ao escrever essas linhas, nosso sistema detectou essa nova amostra do spyware da Hacking Team em 14 países. Escolhemos não mencionar o nome desses países para evitar possíveis atribuições incorretas com base nessas detecções, uma vez que as geolocalizações dessas detecções não revelam necessariamente nada sobre a origem dos ataques.

IoCs

ESET detection names
Trojan.Win32/CrisisHT.F
Trojan.Win32/CrisisHT.H
Trojan.Win32/CrisisHT.E
Trojan.Win32/CrisisHT.L
Trojan.Win32/CrisisHT.J
Trojan.Win32/Agent.ZMW
Trojan.Win32/Agent.ZMX
Trojan.Win32/Agent.ZMY
Trojan.Win32/Agent.ZMZ
Samples signed by Ziber Ltd
Thumbprint: 14 56 d8 a0 0d 8b e9 63 e2 22 4d 84 5b 12 e5 08 4e a0 b7 07
Serial Number: 5e 15 20 5f 18 04 42 cc 6c 3c 0f 03 e1 a3 3d 9f
SHA-1 samples
2eebf9d864bef5e08e2e8abd93561322de2ab33b
51506ed3392b9e59243312b0f798c898804913db
61eda4847845f49689ae582391cd1e6a216a8fa3
68ffd64b7534843ac2c66ed68f8b82a6ec81b3e8
6fd86649c6ca3d2a0653fd0da724bada9b6a6540
92439f659f14dac5b353b1684a4a4b848ecc70ef
a10ca5d8832bc2085592782bd140eb03cb31173a
a1c41f3dad59c9a1a126324a4612628fa174c45a
b7229303d71b500157fa668cece7411628d196e2
eede2e3fa512a0b1ac8230156256fc7d4386eb24
C&Cs
149.154.153.223
192.243.101.125
180.235.133.23
192.243.101.124
95.110.167.74
149.154.153.223
Samples signed by ADD Audit
Thumbprint: 3e 19 ad 16 4d c1 03 37 53 26 36 c3 7c a4 c5 97 64 6f bc c8
Serial Number: 4c 8e 3b 16 13 f7 35 42 f7 10 6f 27 20 94 eb 23
SHA-1 samples
341dbcb6d17a3bc7fa813367414b023309eb69c4
86fad7c362a45097823220b77dcc30fb5671d6d4
9dfc7e78892a9f18d2d15adbfa52cda379ddd963
e8f6b7d10b90ad64f976c3bfb4c822cb1a3c34b2
C&Cs
188.166.244.225
45.33.108.172
178.79.186.40
95.110.167.74
173.236.149.166
Samples signed by Media Lid
Thumbprint: 17 f3 b5 e1 aa 0b 95 21 a8 94 9b 1c 69 a2 25 32 f2 b2 e1 f5
Serial Number: 2c e2 bd 0a d3 cf de 9e a7 3e ec 7c a3 04 00 da
SHA-1 samples
27f4287e1a5348714a308e9175fb9486d95815a2
71a68c6140d066ca016efa9087d71f141e9e2806
dc817f86c1282382a1c21f64700b79fcd064ae5c
SHA-1 samples
27f4287e1a5348714a308e9175fb9486d95815a2
71a68c6140d066ca016efa9087d71f141e9e2806
dc817f86c1282382a1c21f64700b79fcd064ae5c
C&Cs
188.226.170.222
173.236.149.166
Samples signed by Megabit, OOO
Thumbprint: 6d e3 a1 9d 00 1f 02 24 c1 c3 8b de fa 74 6f f2 3a aa 43 75
Serial Number: 0f bc 30 db 12 7a 53 6c 34 d7 a0 fa 81 b4 81 93
SHA-1 samples
508f935344d95ffe9e7aedff726264a9b500b854
7cc213a26f8df47ddd252365fadbb9cca611be20
98a98bbb488b6a6737b12344b7db1acf0b92932a
cd29b37272f8222e19089205975ac7798aac7487
d21fe0171f662268ca87d4e142aedfbe6026680b
5BF1742D540F08A187B571C3BF2AEB64F141C4AB
854600B2E42BD45ACEA9A9114747864BE002BF0B
C&Cs
95.110.167.74
188.226.170.222
173.236.149.166
46.165.236.62
Samples signed by Raffaele Carnacina
Thumbprint: 8a 85 4f 99 2a 5f 20 53 07 f8 2d 45 93 89 af da 86 de 6c 41
Serial Number: 08 44 8b d6 ee 91 05 ae 31 22 8e a5 fe 49 6f 63
SHA-1 samples
4ac42c9a479b34302e1199762459b5e775eec037
2059e2a90744611c7764c3b1c7dcf673bb36f7ab
b5fb3147b43b5fe66da4c50463037c638e99fb41
9cd2ff4157e4028c58cef9372d3bb99b8f2077ec
b23046f40fbc931b364888a7bc426b56b186d60e
cc209f9456f0a2c5a17e2823bdb1654789fcadc8
99c978219fe49e55441e11db0d1df4bda932e021
e85c2eab4c9eea8d0c99e58199f313ca4e1d1735
141d126d41f1a779dca69dd09640aa125afed15a
C&Cs
199.175.54.209
199.175.54.228
95.110.167.74
Samples signed by Valeriano Bedeschi
Thumbprint: 44 a0 f7 f5 39 fc 0c 8b f6 7b cd b7 db 44 e4 f1 4c 68 80 d0
Serial Number: 02 f1 75 66 ef 56 8d c0 6c 9a 37 9e a2 f4 fa ea
SHA-1 samples
baa53ddba627f2c38b26298d348ca2e1a31be52e
5690a51384661602cd796e53229872ff87ab8aa4
aa2a408fcaa5c86d2972150fc8dd3ad3422f807a
83503513a76f82c8718fad763f63fcd349b8b7fc
C&Cs
172.16.1.206 – It is an internal address which was found in the samples.

Discussão