Venda de informações pessoais de bebês no mercado negro on-line

Venda de informações pessoais de crianças no mercado negro on-line

A dark web está repleta de anúncios de informações pessoais roubadas há anos, mas esta é a primeira vez que publicaram ofertas de dados sobre crianças.

A dark web está repleta de anúncios de informações pessoais roubadas há anos, mas esta é a primeira vez que publicaram ofertas de dados sobre crianças.

Há uma nova mercadoria na dark web: vendedores de reputação duvidosa adicionaram informações pessoais sobre crianças à sua oferta, de acordo com um relatório da CNN.

A dark web está repleta de anúncios sobre informações pessoais roubadas há anos, mas esta é a primeira vez que publicaram ofertas por informações de crianças.

Esta informação está à venda no “Dream Market”, um dos maiores e mais antigos mercados negros que só podem ser acessados ​​através da rede anônima do Tor. Aparentemente, os números da Segurança Social dos bebês foram incluídos juntamente com suas datas de nascimento e o nome de solteira de suas mães.

Estes “fullz”, ou pacotes de identidade completos na linguagem do mercado on-line, estão disponíveis por US$300 em bitcoins. “Fullz de crianças, obtenha-os antes da temporada fiscal [sic]”, diz o texto que está no campo de vendas.

O preço coloca esses registros de dados na categoria Premium quando comparado a outros datasets roubados. Embora, em geral, muitos avisos em sites da dark web sejam falsos, a informação de identificação pessoal das crianças (PII) tem sido vista como uma mercadoria de valor particular, principalmente porque fornece acesso para a lista em branco dos históricos de crédito. Tais registros permitem que os criminosos se candidatem a benefícios governamentais ou obtenham hipotecas – tudo com o benefício adicional de que esses roubos de identidade provavelmente não serão descobertos durante anos.

Um relatório da CyLab da Universidade Carnegie Mellon de 2011 estimou que a taxa de roubo de identidade infantil é 51 vezes maior do que a dos adultos. Também mostrou que “os pais geralmente não monitoram a identidade de seus filhos”.

Isto é contra o fundo de novos altos níveis de roubo de identidade nos Estados Unidos. Para aumentar os problemas, a violação da agência de crédito do Equifax no ano passado expôs a informação de identificação pessoal da metade da população dos EUA de uma só vez.

Enquanto isso, a pesquisa anual de Crime, realizada por Gallup nos Estados Unidos em outubro passado, mostrou que “crimes convencionais” não preocupam os americanos tanto quanto a exposição de suas informações pessoais, de crédito ou financeiras roubadas pelos cibercriminosos, assim como o roubo de identidade.

Há alguns meses atrás, uma operação secreta internacional derrubou AlphaBay e Hansa, dois dos maiores mercados negros do momento. Enquanto a queda causou alguma ansiedade entre outros “bazares” do ambiente, não representou a sentença de morte da economia subterrânea on-line. Em vez disso, novos mercados negros estão funcionando – e se expandindo – desde então.

Discussão