Como administrar muitas senhas (e dispositivos) de uma só vez?

Como administrar muitas senhas (e dispositivos) de uma só vez?

Hoje em dia, cada vez mais pessoas possuem tanto dispositivos corporativos como pessoais. No entanto, isso não só significa ter dois smartphones, dois tablets ou dois notebooks, como também mais preocupações relacionadas com a segurança. Para dificultar um pouco mais as coisas, para todos os dispositivos temos (idealmente), pelo menos, uma senha de acesso. Sem

Hoje em dia, cada vez mais pessoas possuem tanto dispositivos corporativos como pessoais. No entanto, isso não só significa ter dois smartphones, dois tablets ou dois notebooks, como também mais preocupações relacionadas com a segurança. Para dificultar um pouco mais as coisas, para todos os dispositivos temos (idealmente), pelo menos, uma senha de acesso. Sem

shutterstock_377001724_Vlad-Teodor-623x410

Hoje em dia, cada vez mais pessoas possuem tanto dispositivos corporativos como pessoais. No entanto, isso não só significa ter dois smartphones, dois tablets ou dois notebooks, como também mais preocupações relacionadas com a segurança. Para dificultar um pouco mais as coisas, para todos os dispositivos temos (idealmente), pelo menos, uma senha de acesso. Sem esquecer das outras “chaves” para os programas e aplicativos instalados.

Além disso, os experts em segurança dizem que é necessário usar senhas únicas, complexas e difíceis de adivinhar. Considerando que tudo isso pode parecer um grande desafio, vem uma pergunta em mente: como é possível lembrar de todas essas senhas?

Existem muitos enfoques que podem te ajudar a reduzir o número de senhas que devem ser lembradas de memória. Confira as seguintes dicas:

  1. O mais simples é: encerre as contas que você já não usa. Você precisa realmente de 10 perfis na redes sociais e cinco contas de email? Seja prático e cancele todas as contas que já não usa mais ou as que não presta tanta atenção, especialmente se contém informações sensíveis. Muitas pessoas aprenderam essa lição de uma forma bem difícil, depois de serem afetadas por grandes brechas de segurança no LinkedIn, Facebook, Tumblr e Myspace.
  2. Outra técnica que alivia a carga é dividir as contas em dois grupos: as que contém informações importantes e as que não. Para o primeiro grupo, aplique um nível extra de complexidade nas senhas, o que não é tão necessário para o segundo.
  3. Em seguida estão as senhas baseadas em frases: uma oração fácil de lembrar, composta por letras maiúsculas e minúsculas, símbolos especiais e números, é mais conveniente para sua memória que uma combinação aleatória. Apenas tenha cuidado para não cair em frases conhecidas de livros ou filmes, já que são fáceis de adivinhar e um cibercriminoso pode facilmente encontrá-las.
  4. Também existe uma outra opção que não irá exigir tanto de sua memória. Falamos dos administradores de senhas, programas que podem guardar todas as suas senhas (por meio de criptografia), sendo possível utilizá-las sempre que precisar; para isso, você terá que memorizar apenas uma senha mestra que abrirá o programa.

Por último, mas não menos importante, você deve considerar a importância de não usar uma mesma senha para muitas contas. Caso faça isso, será necessário apenas uma “chave” para que o cibercriminoso possa pôr em risco sua privacidade ou roubar sua identidade.

Para evitar problemas, recomendamos que você tenha o sistema operacional e todo o software de seus equipamentos atualizados, e que use uma solução de segurança completa que te proteja de malware e de outras ameaças que rondam pelo ciberespaço.

 

Autor: Ondrej Kubovič, da ESET.

Discussão