Ubuntu One: 4 alternativas de serviço de armazenamento em nuvem

Ubuntu One: 4 alternativas de serviço de armazenamento em nuvem

Conforme o anuncio da Canonical Ltda., o serviço de armazenamento em nuvem Ubuntu One file Services deixará de existir a partir do dia primeiro de junho de 2014. Algumas das principais razões apresentadas foram a pouca lucratividade do setor e a necessidade de investir mais do que estariam dispostos para poder competir em nível global.

Conforme o anuncio da Canonical Ltda., o serviço de armazenamento em nuvem Ubuntu One file Services deixará de existir a partir do dia primeiro de junho de 2014. Algumas das principais razões apresentadas foram a pouca lucratividade do setor e a necessidade de investir mais do que estariam dispostos para poder competir em nível global.

nube

Conforme o anuncio da Canonical Ltda., o serviço de armazenamento em nuvem Ubuntu One file Services deixará de existir a partir do dia primeiro de junho de 2014. Algumas das principais razões apresentadas foram a pouca lucratividade do setor e a necessidade de investir mais do que estariam dispostos para poder competir em nível global.

Então, agora que o Ubuntu One não existirá mais, quais são as alternativas disponíveis? A seguir, apresentamos alguns dos provedores de armazenamento em nuvem:

Dropbox: sem dúvidas, é uma empresa pioneira e uma das mais conhecidas no setor. Foi a primeira a implementar a sincronização de dados entre computadores pessoais (PCs) e servidores na nuvem de forma fácil, global e produtiva.

Existem muitas vantagens para os usuários de Ubuntu One que escolham essa opção: o Dropbox utiliza uma aplicação nativa que se integra com o gerenciador de arquivos do Ubuntu One, o “Nautilus. A criptografia do tipo AES e a autenticação de duplo fator do Dropbox também são fatores relevantes para que seus usuários possam aproveitar o serviço com mais segurança.

Outro fato importante é que as condições de serviço e a política de privacidade do Dropbox foram atualizadas[IL1]  para melhorar os níveis de segurança de sua plataforma.

Google Drive: a maioria dos usuários do Gmail e do Google Docs já conhecem esse serviço. É o serviço de armazenamento virtual da Google, e a sua principal vantagem é que oferece 15 GB de memória virtual grátis, enquanto outras empresas somente oferecem 2 GB.

Por outro lado, o Google Drive não conta com integração nativa para Linux, embora existam aplicativos pagos que facilitam essa integração, como o InSync.

Copy: embora não seja uma das alternativas mais conhecidas, a segurança é o que destaca a Copy. Seu sistema de criptografia é o mesmo da Google Drive, mas seus servidores são próprios, o que quer dizer que os dados de seus clientes não são armazenados em servidores de terceiros.

Outra vantagem da Copy, é o armazenamento “compartilhado”, o que significa que quando um usuário compartilha um arquivo de 10 GB com três pessoas, cada um dos quatro utiliza 2,5 GB, enquanto outros serviços “cobrariam” 10 GB de cada um dos usuários.

A Copy também suporta sistemas nativos Linux como o Nautilus, o Thunar e o Caja, o que é uma fator importante para os usuários desse sistema operacional.

ownCloud: todas as possibilidades de adaptação dos serviços mencionados anteriormente e as mesmas vantagens, porém o destaque da ownCloud é a possibilidade de se adaptar à infraestrutura de cada usuário, já que esse serviço suporta praticamente qualquer ambiente corporativo moderno encontrado hoje em dia. Como? A diferença é simples. ownCloud não é um serviço onde os usuários utilizam ou compram armazenamento; os usuários compram um software que possibilita o armazenamento local de dados, gerenciados pelo departamento de TI, baseado em e respeitando as políticas locais de segurança. Isso quer dizer que toda a informação pode ser gerenciada e compartilhada na nuvem, mas é uma nuvem local e privada, ou seja, toda a informação permanece dentro dos limites da rede interna.

Pode-se notar que existem alternativas para os usuários que utilizam o Ubuntu One. O que cada usuário deve fazer agora é avaliar as suas necessidades e escolher a alternativa que seja melhor para as suas necessidades e prioridades.

Autor: Ilya Lopes ESET

Discussão