Saiba como recuperar sua conta do Gmail roubada

Roubaram sua conta do Gmail? Entenda o que é necessário fazer para recuperá-la.

Roubaram sua conta do Gmail? Entenda o que é necessário fazer para recuperá-la.

O serviço de e-mail do Google, o Gmail, é um dos mais usados em todo o mundo, e os cibercriminosos sabem disso. Através de diversos métodos, eles tentam roubar dados de acesso a essas contas com a intenção de cometer outros golpes digitais, como o acesso a outros serviços da vítima, espionagem de e-mails para obter informações, realização de fraudes em nome do usuário ou comercialização dos dados de acesso do usuário em fóruns na dark web. Embora existam diferentes estratégias, as formas mais comuns de roubar esses dados são os e-mails de phishing e malwares.

Se você está lendo este post e não teve sua conta do Gmail roubada, ainda assim tenha em conta as dicas de segurança que destacamos a seguir e reduza as chances de ser vítima deste tipo de incidente. Além disso, torne a sua configuração de segurança mais apropriada para o uso de sua conta – isso te ajudará a recuperá-la caso seja necessário.

O que fazer se sua conta do Gmail for roubada?

Caso você receba um e-mail sobre um login efetuado em sua conta de forma suspeita e desconhecida, é importante atualizar as informações de sua conta afetada o mais rápido possível – mas isso apenas se a pessoa por trás do ataque não tiver alterado sua senha.

O primeiro passo é acessar a opção “Recuperação de conta“:

Imagem 1 – Recuperação de conta do Gmail.

Após digitar seu endereço de e-mail, você deve inserir sua senha:

Imagem 2 – Recuperação de conta do Gmail.

Caso o Google não aceite a senha inserida, é importante ter a autenticação em duas etapas devidamente ativada, pois isto permitirá que o usuário restabeleça a senha através de um código de segurança que é enviado ao celular cadastrado.

Imagem 3 – Recuperação de conta do Gmail.

Após recuperar o acesso a conta, é fundamental verificar as atividades mais recentes realizadas em sua conta através do myaccount do Google:

Figura 4 – Controle de login nos dispositivos.

Caso observe que há algum novo dispositivo desconhecido conectado, é importante que você escolha a opção “sair” e siga as outras instruções.

Além disso, você deve rever todas as atividades recentes para verificar se houve alguma mudança de senha em outros serviços.

Você também pode estar com sérios problemas caso tenha armazenado suas senhas no gerenciador do Google. Ao ter acesso a sua conta, o cibercriminoso também terá suas senhas a serviços “na palma das mãos”.

Imagem 5 – Gerenciador de senhas do Google.

No caso do acesso indevido a sua conta, sugerimos que você apague todas as senhas armazenadas no navegador e altere cada uma delas em cada serviço ou aplicativo sem repeti-las.

Se você guardou dados de cartões de crédito vinculados à sua conta do Google, o ideal é observar o movimento de comprar no seus cartões. Caso suspeite de que alguém possa ter tido acesso a estas informações, solicite um novo cartão para evitar riscos de segurança.

No caso de dúvidas ou de outros problemas em relação ao processo de recuperação da sua senha, envie perguntas para o Google através de Perguntas à comunidade:

Imagem 6 – Perguntas à comunidade.

E se a sua senha do Gmail tiver sido alterada?

Caso não esteja conseguindo recuperar sua conta do Gmail porque sua senha foi alterada, infelizmente, é muito provável que o cibercriminoso também tenha alterado os outros meios de recuperação. Entretanto, há uma possibilidade de recuperar a conta: se você ainda tiver a conta do Gmail configurada como conta principal no seu smartphone.

Se este for o caso, acesse a recuperação de conta, insira sua conta do Gmail que pretende recuperar e clique em “Próxima”:

Imagem 7. Endereço de e-mail que deve ser recuperado.

Digite a última senha que você usava:

Figura 8. Última senha que você se lembra.

Apesar de inserir uma senha que não seja a correta (porque o cibercrimonoso a alterou), o serviços nos dá a opção de verificá-la através de nosso dispositivo configurado como um segundo fator de autenticação.

Imagem 9: Verificação através do smartphone.

Caso você não esteja com o dispositivo para realizar a verificação, como segunda opção, o serviço pode te enviar um e-mail de recuperação para a conta do Gmail que foi configurada ao criar a conta:

Imagem 10. Um e-mail de recuperação é enviado.

Após alguns segundos, um e-mail chegará em sua caixa de entrada para recuperar a conta roubada:

Imagem 11. Código de verificação.

Dicas para evitar o roubo de uma conta do Gmail

Algumas dicas para garantir a proteção de sua conta do Gmail:

  • Mantenha sempre a autenticação em dois fatores devidamente ativada: esta camada adicional de segurança impedirá que você tenha apenas sua senha como mecanismo de proteção para acessar uma de suas contas.
  • Configurar as opções de recuperação de conta: você pode fazer isso através de um endereço de e-mail diferente ou mesmo de um número de telefone.
  • Não armazene senhas em seu navegador: em vez disso, use um gerenciador de senhas separado, como o Keepass.
  • Verifique regularmente se as últimas atualizações de segurança disponíveis foram instaladas em seus dispositivos.
  • Use senhas fortes e únicas para cada um de seus serviços e sites.
  • Remova quaisquer aplicativos não utilizadas ou extensões do navegador.
  • Monitore todas as suas contas para evitar atividades suspeitas, especialmente em contas bancárias.
  • Instale um produto antimalware/antivírus em cada um de seus dispositivos.

Cadastre-se para receber por e-mail todas as atualizações sobre novos artigos que publicamos em nossa seção referente à Crise na Ucrânia.

Newsletter

Discussão