Sistema detecta câmeras e outros dispositivos ocultos em hotéis e Airbnb

Acadêmicos criam sistema chamado Lumos para smartphones ou computadores que detecta dispositivos IoT ocultos em redes Wi-Fi de hotéis e Airbnb.

Acadêmicos criam sistema chamado Lumos para smartphones ou computadores que detecta dispositivos IoT ocultos em redes Wi-Fi de hotéis e Airbnb.

Lumos é um sistema que funciona através de escaneamento e coleta de pacotes de redes wi-fi criptografados no ar. O sistema detecta e identifica dispositivos ocultos e estima a localização de cada um desses dispositivos com base na localização do usuário dentro de um quarto.

O sistema usa uma interface de realidade aumentada para visualizar a presença de dispositivos no ambiente que está sendo analisado. De acordo com os acadêmicos da Universidade Carnegie Mellon, Rahul Anand Sharma, Elahe Soltanaghaei, Anthony Rowe e Vyas Sekar, responsáveis por essa iniciativa, considerando o uso crescente de dispositivos IoT ocultos para espionar os usuários em quartos de hotel ou Airbnb, detectar câmeras ou microfones ocultos usando seu computador, telefone ou tablet pode ser bastante útil na hora de aproveitar esses serviços de hospedagem.

Os pesquisadores testaram o desempenho do Lumos em seis ambientes diferentes e em mais de 40 dispositivos inteligentes de diferentes tipos, e obtiveram uma precisão de 95% para localizar em 30 minutos dispositivos que estavam a 1,5 metros de distância.

O projeto dessa prova de conceito visa mostrar uma maneira prática de localizar dispositivos IoTs. Os pesquisadores planejam que o sistema seja de código aberto para ajudar a aumentar a conscientização e a inspirar o desenvolvimento de outras inovações. O código deles será publicado em breve neste repositório do GitHub. Em um artigo publicado pelos pesquisadores, eles explicam os detalhes técnicos do Lumos e como esse sistema funciona.

Confira o vídeo a seguir e entenda como o Lumos funciona:

O problema dos dispositivos para espionagem de hospedes não é uma novidade

Vale a pena mencionar que já existem ferramentas no mercado que são oferecidas como uma opção para encontrar câmeras e dispositivos de gravação ocultos. Segundo um artigo publicado pela revista Forbes um pouco antes da mobilidade global ter chegado a um impasse na esteira da pandemia, os usuários viajantes devem começar a verificar se seus quartos de hospedagem contam com câmeras ocultas, pois em várias partes do mundo foram relatados casos de acomodações nos quais os hospedes identificaram a presença de dispositivos de espionagem.

De acordo com uma enquete realizada pelo Airbnb em 2019 aos usuários que utilizaram o serviço para reservar acomodações, mais da metade dos participantes destacou alguma preocupação com a possibilidade de terem sido gravados e 1 em cada 10 encontrou dispositivos de vigilância.

Cadastre-se para receber por e-mail todas as atualizações sobre novos artigos que publicamos em nossa seção referente à Crise na Ucrânia.

Newsletter

Discussão