Usuários compartilham no Twitter dados de cartão de crédito em troca de customização | WeLiveSecurity

Usuários compartilham no Twitter dados de cartão de crédito em troca de customização

A suposta brincadeira de um usuário no Twitter, que promete cartões de crédito personalizados com a imagem de super-heróis, já atingiu mais de 27 mil curtidas e nos faz refletir sobre o compartilhamento de dados pessoais na Internet.

A suposta brincadeira de um usuário no Twitter, que promete cartões de crédito personalizados com a imagem de super-heróis, já atingiu mais de 27 mil curtidas e nos faz refletir sobre o compartilhamento de dados pessoais na Internet.

Nesta semana, ocorreu algo bastante curioso que nos chamou a atenção: um usuário no Twitter publicou uma suposta brincadeira na qual destaca que está customizando cartões de crédito com a imagem de super-heróis conhecidos e que os interessados devem enviar seus dados pessoais e do cartão de crédito via mensagem direta (DM).

Até o momento, a publicação já alcançou mais de 27 mil curtidas e 11 mil retweets. E pior ainda, muitos usuários continuam compartilhando suas informações de forma pública através de comentários no próprio tweet. O problema é que muitos desses internautas acabam esquecendo de algo que é fundamental na relação com o mundo on-line, a segurança dos dados compartilhados na Web.

Imagem 1. Publicação da suposta brincadeira no Twitter.

Esse fato nos leva a refletir sobre o nível de educação e conscientização dos usuários em relação a segurança e privacidade de dados na Internet, já que com essas informações, qualquer pessoal mal-intencionada pode gerar compras usando os dados compartilhados do cartão de crédito. Não podemos esquecer que qualquer informação publicada na Internet fica armazenada em uma central de dados on-line, conhecida como nuvem, indo direto para a tela de qualquer dispositivo ou celular que permita o acesso à Web.

Imagem 2. Comentário (público) de um usuário com as informações solicitadas no tweet.

Também é interessante observar que a temática “super-heróis” é utilizada para chamar a atenção da publicação, assim como em golpes ou fraudes que circulam pela rede e que usam Engenharia Social, já que não só crianças como também um grande de adultos tem interesse pelo assunto. Os temas normalmente podem servir com uma cortina para que os usuários acabem não analisando os reais riscos que podem existir por trás de qualquer publicação, esquecendo até mesmo a importância das boas práticas de segurança ao navegar pela Internet.

Para o Security Researcher da ESET Brasil, Daniel Barbosa, “apesar da publicação não parecer maliciosa, mudando um pouco a forma como ela é apresentada aos usuários, certamente faria muitas vítimas. É importante que todos tenhamos cada vez mais consciência da importância dos nossos dados pessoais e que o compartilhamento desse tipo de informação ocorra apenas quando seja realmente necessário. Muitas pessoas mal-intencionadas fazem coisas parecidas, seja em publicações em redes sociais ou em softwares, visando obter dados específicos de suas vítimas. É necessário manter-se alerta a todo momento”.

Recentemente também vimos o caso da boneca Momo, que foi supostamente vista por usuários na plataforma de vídeos YouTube Kids, e que chamou a atenção de pais e familiares para a segurança das crianças na Internet.

A cada dia mais e mais pessoas usam as redes sociais para falar sobre o cotidiano, economia, política, compartilhar momentos com a família e amigos, entre outras atividades. Segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2017, o país tinha 126,4 milhões de usuários de Internet. O fato é que atualmente o mundo está na “palma de nossas mãos” através dos smartphones e dispositivos conectados.

O cuidado com as informações

Algumas atitudes podem fazer toda a diferença quando falamos sobre o cuidado com o compartilhamento de informações na Internet, principalmente nas redes sociais:

  • Mantenha nas redes sociais apenas pessoas que você realmente conheça.
  • Não divulgue informações excessivas sobre lugares que frequenta, viagens que fará ou detalhes da sua agenda diária.
  • Pense cuidadosamente sobre quais dados são solicitados. Assim como o golpe que anunciava um “vídeo chocante”, mas que só baixava malware no computador, dezenas de fraudes aparecem todos os dias com o intuito de roubar dados pessoais para enviar mais spam, publicidade ou até mesmo códigos maliciosos.
  • Pense duas vezes antes de publicar.
  • Revise a configuração de suas contas. Se você não sabe por onde começar, temos mais dicas para revisar as configurações de suas redes sociais. Lembre-se que as campanhas criadas pelos cibercriminosos mudam de forma periódica, por isso, é fundamental ter uma atenção permanente.
  • Atualize o software e mantenha seus dispositivos seguros.

Discussão