Google lança teste didático para que usuários aprendam a identificar golpes de phishing | WeLiveSecurity

Google lança teste didático para que usuários aprendam a identificar golpes de phishing

A empresa publicou um quiz para testar a capacidade dos usuários de reconhecer emails falsos que buscam roubar informações pessoais e financeiras das vítimas.

A empresa publicou um quiz para testar a capacidade dos usuários de reconhecer emails falsos que buscam roubar informações pessoais e financeiras das vítimas.

O phishing é a fraude digital mais comum e que ainda continua sendo bastante usada por cibercriminosos. Certamente, todos nós em algum momento já recebemos um email que tenta nos enganar, fazendo acreditar que é legítimo, quando a intenção real por trás desse email é roubar nossas informações pessoais ou financeiras.

Os cibercriminosos por trás das campanhas de phishing usam diferentes técnicas de engenharia social que buscam persuadir um indivíduo a realizar uma determinada ação que, muito provavelmente, o transforma em vítima de um cibercrime.

Semelhante ao que fizemos em alguns artigos e testes no WeLiveSecurity para que os usuários pudessem participar e colocar em prova suas habilidades na hora de reconhecer quando estão diante de uma fraude, o Google publicou um teste sobre phishing para que os usuários avaliam seus capacidades de reconhecer emails falsos.

Lançado pela Jigsaw, incubadora de tecnologia criada pelo Google e atualmente uma subsidiária da Alphabet Inc., o quiz didático apresenta vários exemplos de técnicas comuns de phishing, como URLs de domínios que tentam se passar por endereços reais e conhecidos, entre outros exemplos.

O Product Manager da Jigsaw, Justin Henk, explicou no blog da empresa que “o teste foi criado com base no treinamento que foi realizado com cerca de 10 mil jornalistas, ativistas e líderes políticos de diferentes partes do mundo, da Ucrânia ao Equador”, e o objetivo é colaborar para que os usuários aprendam a reconhecer esses emails falsos.

Acesse o Phishing Quiz do Google.

Discussão