As melhores soluções VPN do ponto de vista da segurança na Internet

As melhores soluções VPN do ponto de vista da segurança na Internet

A AV-Test publicou os resultados de um estudo no qual avaliou o desempenho de 12 soluções VPN mais conhecidas, de acordo com diferentes critérios. Confira quais foram as melhores do ponto de vista da segurança.

A AV-Test publicou os resultados de um estudo no qual avaliou o desempenho de 12 soluções VPN mais conhecidas, de acordo com diferentes critérios. Confira quais foram as melhores do ponto de vista da segurança.

De acordo com um relatório publicado em junho deste ano, o instituto de pesquisa independente localizado na Alemanha, AV-Test, realizou um teste comparativo entre as seguintes soluções VPN: Hotspot Shield Elite, Avast SecureLine, Avira Phantom VPN Pro, Cisco VPN, ExpressVPN, F-Secure FREEDOME VPN, KeepSolid‘s VPN Unlimited, London Trust Media’s Private Internet Access, NordVPN, Pulse VPN, Symantec’s Norton WiFi Privacy e Tunnel Bear.

O desempenho de cada uma das soluções foi avaliado de acordo com os seguintes critérios:

  • Usabilidade
  • Privacidade e segurança
  • Rendimento
  • Funcionalidade

Segundo o relatório, o melhor desempenho foi da solução Hotspot Shield, posicionando-se como a melhor em cada um dos testes. E, embora seja importante mencionar que a empresa por trás dessa solução foi a principal patrocinadora deste estudo e que pode gerar alguma suspeita, segundo o instituto alemão, essa solução VPN não só se destacou na maioria dos testes, como também por sua velocidade excepcional ao carregar, baixar ou compartilhar arquivos.

Para que serve uma VPN?

Lembre-se de que uma VPN fornece anonimato ao usuário, ocultando o IP nas páginas visitadas e nos aplicativos que utilizados pelos usuários. Além disso, o uso de uma VPN criptografa as informações do usuário, mantendo os dados anônimos para terceiros, como, por exemplo, o provedor de serviços de Internet. Por outro lado, uma VPN permite burlar o bloqueio de páginas web restritas a determinadas áreas geográficas, além de permitir o acesso ao conteúdo de uma rede privada. No entanto, apenas algumas soluções VPN oferecem serviços adicionais de segurança e privacidade, como bloqueadores de malware, registro e publicidade.

Quanto à velocidade, a verdade é que os usuários esperam ter a mesma experiência de navegação na Internet usando uma VPN ou não. No entanto, é importante entender que, embora a velocidade possa ser diminuída pelo uso de uma VPN, isso se deve à criptografia das informações e ao efeito de túnel dos dados que afeta o rendimento. Mas também é verdade que os usuários têm necessidades diferentes. Neste sentido, alguns precisam de uma VPN adequada para a troca de arquivos através de torrents, outros, em vez disso, irão precisar de compatibilidade com uma ampla gama de sistemas em que a VPN será usada.

Melhores VPNs para a segurança na Internet

Existem muitos caminhos pelos quais um vazamento de informações pode ser causado, mas uma boa VPN deve ser capaz de proteger cada um deles. De acordo com os especialistas da AV-Test, uma boa solução de VPN deve nos proteger de seis tipos possíveis de vazamento de dados e informações. São eles: vazamentos DNS, vazamento IP, vazamentos WebRTC, perda de dados de acesso ou dados de login do Windows, vazamento IP via torrent e vazamento em solicitações de HTTP.

A primeira coisa que você deve saber antes de entrar nos detalhes é que entre as VPNs testadas, as três que apresentaram o melhor desempenho em termos de privacidade e segurança foram ExpressVPN, Nord VPN, Hotspot Shield Elite (apesar de ser o patrocinador da pesquisa) e Private Internet Access. Essas quatro VPNs foram a mais completa para resolver qualquer um dos seis possíveis cenários de vazamento de informações.

ExpressVPN, PIA e NordVPN passaram nos testes para os seis possíveis tipos de vazamentos, com exceção do NordVPN, que passou por cinco dos seis ao falhar no teste de vazamento WebRTC.

De acordo com o relatório, a função kill switch de uma VPN protege os usuários de se conectarem a um IP desprotegido quando a conexão for restabelecida em caso de queda. No teste dessa funcionalidade, das 12 VPNs testadas, NordVPN, Private Internet Access, ExpressVPN e Hotspot Shield foram as únicas soluções VPN que passaram no teste. Outro aspecto que deve ser notado é que somente o ExpressVPN tinha essa funcionalidade habilitada por padrão. As outras VPNs exigem que seja ativado manualmente.

Proteção contra URLs maliciosos

Das 12 VPNs colocadas à prova, quatro delas alegaram oferecer proteção contra sites maliciosos. Nesse sentido, depois que seu desempenho foi testado com 25 sites de phishing e 24 sites que baixaram códigos maliciosos, foi descoberto que a F-Secure FREEDOME VPN, a Hotspot Shield Elite e a Private Internet Access forneciam alguma proteção. No caso da F-Secure FREEDOME VPN, a solução bloqueou cerca de dois terços das páginas de phishing e mais da metade das páginas que baixaram malware. No caso da Hotspot Shield Elite, a solução conseguiu controlar mais da metade dos sites com phishing e cerca de 10% das páginas que continham códigos maliciosos. A Private Internet Access não detectou nenhuma das páginas que continham phishing e detectou apenas um terço dos sites que continham malware.

Para mais informações, acesse o relatório completo da avaliação comparativa de soluções VPN.

Discussão