Facebook removeu 583 milhões de contas falsas no 1º trimestre deste ano

Facebook removeu 583 milhões de contas falsas no 1º trimestre deste ano

Segundo o primeiro relatório de transparência publicado pela Rede Social, divulgado nesta terça-feira (15), foram excluídas contas que exibiam conteúdos inapropriados.

Segundo o primeiro relatório de transparência publicado pela Rede Social, divulgado nesta terça-feira (15), foram excluídas contas que exibiam conteúdos inapropriados.

Entre janeiro e março deste ano, o Facebook removeu 21 milhões de conteúdos inapropriados, além de excluir 583 milhões de contas falsas da rede social. O dado foi divulgado nesta última terça-feira (15) pelo primeiro relatório de transparência sobre remoção de conteúdo publicado pelo Facebook.

A publicação destacou conteúdos que infrigiam regras em relação a nudez e atividade sexual de adultos, propaganda terrorista, discurso de ódio, spam e contas falsas. A Rede Social excluiu 3,5 milhões de publicações com conteúdo violento e 2,5 milhões com discurso de ódio. Além disso, de acordo com a rede social, a cada 10 mil posts vistos pelos usuários, entre sete e nove eram alguma publicação que violava os termos do Facebook em relação a nudez.

Segundo a Rede Social, na maioria dos casos, os cibercriminosos criam contas falsas, em grandes volumes automaticamente usando scripts ou bots, com a intenção de propagar spam ou realizar atividades ilícitas, como a aplicação de golpes.

Esteja protegido ao usar as redes sociais

Para muitos usuários, especialmente para os mais jovens, as redes sociais podem acabar sendo o principal motivo para se conectar à Internet. Contudo, o uso dessas plataformas também pode deixar os usuários expostos a um conjunto de ameaças contra suas informações, a própria integridade do internauta, ou até mesmo o seu dinheiro.

Com a crescente tendência dos ataques digitais, que utilizam as redes sociais como meio de propagação, é fundamental saber como estar protegido e contar com um ambiente seguro no momento de navegar pela Web.

Confira o nosso Guia de Segurança em Redes Sociais e fique por dentro do assunto:

Discussão