Apple desativa um bug do tipo “texto bomba”

Apple desativa um bug do tipo “texto bomba”

Vários aplicativos baseados em texto foram travados, parando de responder ou entrando em um interminável "bootloop" ao tentar mostrar um dos caracteres pouco utilizados de uma língua falada por cerca de 75 milhões de pessoas.

Vários aplicativos baseados em texto foram travados, parando de responder ou entrando em um interminável “bootloop” ao tentar mostrar um dos caracteres pouco utilizados de uma língua falada por cerca de 75 milhões de pessoas.

A Apple corrigiu um bug irritante que poderia produzir um caos em muitos dos produtos da empresa. O problema ocorria quando era exibido qualquer caractere do alfabeto da língua indiana Telegu, de acordo com uma reportagem da BBC.

O gigante da tecnologia introduziu atualizações de software para todos os sistemas operacionais de seus consumidores, referindo-se à já resolvido falha como um “problema de corrupção de memória” causado pelo “processamento de um conjunto de caracteres projetado de forma maliciosa”.

Vários aplicativos baseados em texto foram travados, parando de responder ou entrando em um interminável “bootloop” ao tentar mostrar um dos caracteres pouco utilizados de uma língua falada por cerca de 75 milhões de pessoas.

O bug do tipo “texto bomba” atingiu o app próprio da Apple iMessage, assim como outros serviços, como o Gmail, o Twitter, o WhatsApp, o Facebook Messenger e o Outlook para iOS, enquanto que o Skype e o Telegram não relataram qualquer problema.

A falha estava presente em sistemas operacionais em uma grande quantidade de dispositivos da Apple – iPhones, iPads, computadores Mac, Apple TV e smartwatches. Agora, estes foram abordados com a versão 11.2.6 do iOS para iPhones e iPads e com a 4.2.3 do watchOS, 11.2.6 do tvOS e a versão 10.13.3 do macOS para Apple Watch, Apple TV e Macs, respectivamente. A falha técnica com o símbolo Unicode foi inicialmente encontrada pelo blog italiano Mobile World, e a Apple aparentemente foi informada sobre o problema em 12 de fevereiro ou um pouco antes, de acordo com o The Verge.

Seria necessário apenas este símbolo para bloquear muitos dispositivos da Apple. Fonte: Mobileworld.it

Crianças, a festa acabou!

Enquanto o bug se tornava algo de conhecimento público, diversos relatórios falsos sobre o problema circularam através das redes sociais propagando mensagens que continham um caractere malicioso, o que fez com que outros dispositivos da Apple também fossem afetados.

Para contornar o problema, os usuários foram orientados a excluir permanentemente a conversa que continha um dos caracteres da língua indiana Telugu. No entanto, foi mais fácil falar do que fazer e, em alguns casos, os aplicativos afetados tiveram de ser reinstalados.

Ao longo dos anos, os dispositivos da Apple foram afetados por vários bugs. No mês passado, a empresa resolveu uma falha de “texto bomba” depois que um desenvolvedor de software descobriu que um link de URL que levava a um site específico poderia causar uma série de problemas para os dispositivos que executavam MacOS e iOS, fazendo com que os mesmos fossem travados. Em 2015, foi descoberta uma sequência de caracteres Unicode, que era enviada através de uma mensagem de texto e que poderia fazer com que os iPhones fossem bloqueados e reinicializados.

Em 2013, um pesquisador advertiu que pelo menos dois modelos de telefones Android do Nexus, linha do Google, poderiam ser bloqueados remotamente por uma onda de mensagens de texto.

Discussão