3 serviços de VPN para proteger a sua privacidade em redes Wi-Fi

3 serviços de VPN para proteger a sua privacidade em redes Wi-Fi

Na Internet e nas redes públicas Wi-Fi, é essencial proteger sua privacidade. Conheça 3 opções de serviços VPN que podem ser utilizadas de forma segura.

Na Internet e nas redes públicas Wi-Fi, é essencial proteger sua privacidade. Conheça 3 opções de serviços VPN que podem ser utilizadas de forma segura.

Na hora de proteger a sua privacidade, especialmente navegando em redes inseguras, há uma feramenta que hoje em dia se tornou indispensável: uma VPN ou Virtual Private Network.

Esse aplicativo criptografa a informação do usuário que viaja entre o dispositivo e um servidor de confiança, fazendo com que esse tráfego não possa ser interceptado por ninguém curioso conectado à mesma rede.

O uso dessa ferramenta aparece sempre entre nossas dicas mais populares. Além disso, o seu uso é cada vez mais necessário, especialmente depois da vulnerabilidade descoberta recentemente no protocolo WPA2.

No entanto, frequentemente recebemos perguntas sobre qual serviço deve ser escolhido e quais são as vantagens e desvantagens. Portanto, abaixo, iremos apresentar algumas opções de serviços VPN que você pode usar em todos os seus dispositivos, especialmente no seu celular, que é mais propenso a se conectar a redes Wi-Fi públicas ou desprotegidas.

Lembre-se de que nenhum software é infalível, muito menos perfeito, mas selecionamos essas opções para que você saiba por onde começar.

#1 Proton VPN

Este projeto nasceu depois que um grupo de entusiastas da Organização Europeia para Pesquisa Nuclear (CERN) desenvolveu o Proton Mail, o primeiro serviço de email criptografado gratuito.

Este serviço não só funciona muito bem, mas tem o apoio de empresas confiáveis ​​como o CERN e o Massachusetts Institute of Technology. Além disso, a sua sede social está na Suíça, onde as leis de proteção de dados pessoais são muito mais estritas do que em outros países.

Isso torna sua política de privacidade clara: Proton VPN não mantém registros de navegação dos usuários ou de suas sessões, exceto para a sessão ativa. No entanto, sua versão gratuita só permite navegar por servidores de saída nos Estados Unidos, o que deixa o usuário à mercê das leis de privacidade deste país.

O Proton VPN usa o protocolo Open VPN para suas conexões e criptografa as informações do usuário com o AES-256. Em seguida, a troca de chaves é feita com o RCA-2048, o que torna uma conexão segura.

A desvantagem é que, embora tenha um cliente para Windows, não possui opções para outras plataformas. No entanto, é possível baixar os arquivos de configuração e usar outro cliente VPN, como o Open VPN Connect que eles recomendam para o Android.

#2 Windscribe

A empresa Windscribe, de origem canadense, oferece um serviço VPN com uma versão gratuita decente. Este plano, embora limitado a 10GB de dados por mês, é uma ótima opção para aqueles que usam o serviço ocasionalmente.

Além disso, é ideal para viagens, já que possui 11 servidores que podem ser escolhidos, distribuídos em vários países da América do Norte, Europa e Ásia. Testamos da América Latina a conexão através dos Estados Unidos, Canadá e Suíça com bons resultados de velocidade e conectividade.

O serviço também conta com clientes para todos os tipos de plataformas: Windows, Mac, iOS, Android e até mesmo uma extensão exclusiva para usar no navegador Chrome.

Entre as suas características principais, a versão gratuita destaca o uso de um adblocker para evitar propagandas irritantes e a opção de escolher entre os protocolos TCP ou UDP, além da porta. No entanto, não possui opções de início ou reconexão automáticas caso o sinal caia.

Em relação à privacidade, sua política é bastante robusta e muito fácil de ler. Eles afirmam que os registros não são mantidos guardados com informações de navegação do usuário e que nem mesmo usam serviços de rastreamento ou coleta de dados. Eles ainda garantem eliminar todas as informações necessárias para manter a conexão ativa do usuário nos “3 minutos após o final da sessão”.

Embora seja necessário registrar-se com um endereço de email para obter 10 GB de dados por mês, eles também oferecem a opção de se registrar anonimamente com um limite de 2 GB mensais.

Em relação à segurança da conexão, o Windscribe usa o AES-256 para criptografar informações do usuário, SHA512 para autenticação e uma chave RSA-4096.

#3 TunnelBear VPN

Este aplicativo lançado pela empresa TunnelBear Inc. tem um design bastante peculiar. É muito amigável e fácil de usar, já que basta escolher o servidor de saída para que nosso “urso” cave um túnel criptografado para esse destino.

Além disso, é um dos poucos que oferece saída através de servidores no México e no Brasil, o que melhora significativamente a velocidade de navegação para usuários na América Latina.

O serviço é multiplataforma e conta com versões para Windows, Mac, Android, iOS e até uma extensão para o navegador. O aplicativo Android possui algumas configurações interessantes, como a opção GhostBear, que adiciona uma camada extra de criptografia para tornar ainda mais difícil de detectar.

A empresa destaca sua política de privacidade, onde garantem que não salvem os dados de navegação de seus usuários. No entanto, o aplicativo solicita o registro de um email para começar a usá-lo.

Uma grande vantagem é que a versão gratuita do TunnelBear não mostra anúncios irritantes para o usuário, mas, em contramedida, só permite 500 MB de tráfego por mês. Em caso de necessidade de expandir essa cota, o usuário tem a possibilidade de duplicar a quantidade de dados que compartilham o aplicativo em redes sociais e com amigos.

Ao escolher um serviço VPN, existem várias alternativas, portanto, antes de decidir, lembre-se de que o objetivo principal desses apps é proteger suas informações e sua privacidade.

Aqui propomos algumas opções para aplicativos gratuitos, mas sabemos que nada é realmente gratuito neste ambiente, por isso recomendamos prestar atenção especial às informações que você compartilha e, dessa forma, tomar as precauções necessárias. Se você tiver a possibilidade de investir algum dinheiro e escolher as versões completas, faça isso, pois a sua privacidade vale a pena.

Por último, não se esqueça de ler atentamente os termos e condições do serviço que você escolhe usar, especialmente sua política de privacidade. Afinal, você estará depositando confiança e informações em suas mãos.

Discussão