Celebre o Dia das Crianças sem esquecer do carinho e atenção

Celebre o Dia das Crianças sem esquecer do carinho e atenção

Para celebrar o Dia das Crianças, a ESET preparou algumas dicas que podem contribuir para a segurança dos pequenos na Internet.

Para celebrar o Dia das Crianças, a ESET preparou algumas dicas que podem contribuir para a segurança dos pequenos na Internet.

“É bom ser criança. Ter de todos atenção. Da mamãe, carinho. Do papai, a proteção”, destaca uma música de Toquinho. Assim como os pequenos precisam de proteção e atenção no mundo físico, não podemos esquecer que o mesmo cuidado deve ser aplicado no mundo online. Não esqueça que os cibercriminosos estão na mira das crianças, considerando que facilmente podem ser convertidas em vítimas de crimes, como o Grooming, e ataques.

Para celebrar o Dia das Crianças, comemorado hoje (12), a ESET preparou algumas dicas que podem fazer toda a diferença na hora de lidar com este assunto, permitindo que as crianças aproveitem a tecnologia de forma ainda mais segurança. No entanto, a regra é a seguinte: vale dialogar, compartilhar experiências e participar, mas nada de proibições exageradas sem qualquer explicação.

É fundamental estabelecer regras claras e com o compromisso de ambas as partes

Além disso, converse com o seu filho e crie um clima de confiança, pois este pode ser o segredo para evitar problemas no futuro. É fundamental estabelecer regras claras e com o compromisso de ambas as partes. Por isso, confira algumas dicas:

#Pense na tecnologia como um meio de aproximação. É interessante como muitos adultos ainda acreditam que não é preciso falar com as crianças sobre assuntos relacionados com a segurança online, já que consideram que “eles sabem muito mais sobre tecnologia”. Isso está errado – aproveite a tecnologia e se aproxime dos pequenos, explicando tudo que for necessário.

#Explique a importância de pensar antes de postar fotos e vídeos. Uma vez online, mesmo que com as configurações de privacidade, muitas pessoas podem acessar as informações compartilhadas.

#Destaque que é fundamental não postar muitas informações pessoais, como endereço, email ou número de telefone.

#Conheça todos os contatos das crianças. Esta é sua responsabilidade.

#Converse sobre a importância de ter bastante cuidado com possíveis encontros. Essa é uma das maiores iscas dos pedófilos. Alerte os pequenos sobre possíveis presentes ou recompensas que podem ser oferecidas.

#Fale sobre a importância de nunca dar a senha para qualquer outra pessoa.

#Explique também porque não devemos aceitar como amigos pessoas que não conhecemos.

#Deixe claro que nem todo mundo é quem realmente quem diz ser nas redes sociais.

#Faça perguntas. Algumas perguntas podem contribuir para o diálogo, funcionando como um canal de comunicação fluído entre crianças e adultos. Lembre-se que estas perguntas sempre devem ser feitas em uma postura de interesse e não de controle e restrição.

#Revise o acesso das crianças à Internet e suas publicações sempre que possível. Para isso, utilize uma solução de controle parental. No entanto, não esqueça de explicar para o seu filho a importância destas ferramentas. O diálogo é sempre fundamental.

Leia também: Guia para os pais de proteção infantil na Internet.

Discussão