Confira o novo Guia de Privacidade na Internet!

Confira o novo Guia de Privacidade na Internet!

Neste novo guia analisamos a noção de privacidade na Internet, os incidentes relacionados e muito mais.

Neste novo guia analisamos a noção de privacidade na Internet, os incidentes relacionados e muito mais.

A coleta de dados pessoais continua sendo um dos principais objetivos dos cibercriminosos, que utilizam essas informações para propagar ameaças, campanhas de golpes personalizados e publicidade maliciosa, entre outras coisas. Ao mesmo tempo, a quantidade de informação sensível disponível na Internet é cada vez maior e pode facilmente transformar um usuário em uma vítima do roubo de dados, caso não sejam tomadas algumas precauções necessárias.

Neste novo Guia da Privacidade na Internet analisamos a noção de privacidade na Web 2.0 de hoje em dia, os incidentes relacionados e como preveni-los. Para começar, entendemos a privacidade como:

Aquilo que se realiza em um âmbito reservado. Na Internet pode ser entendida como o controle que exercemos sobre as nossas informações para limitar a quantidade de pessoas autorizadas a vê-las. Isso inclui dados pessoais, fotos, documentos, etc.

Saiba quais são as possíveis ameaças ou situações que podem colocar as suas informações em risco:

  • Oversharing

Compartilhar de maneira desme­dida a informação, comumente em Redes Sociais. Na hora de planejar um ataque, um cibercrimino­so pode nutrir-se de múltiplos dados de um usuário, desde uma locali­zação – como lugares onde você frequenta ou o escritório onde se trabalha – até detalhes dos contatos e amigos. Por esta razão, quanto mais se compartilha, mais exposto se estará.

  • Protocolos inseguros

Se relaciona com a segurança na comunicação dos aplicativos. Em muitas ocasiões, utiliza­mos protocolos que realmente não põem foco em manter a segurança e privacidade dos usuários. Prevalecem outras questões como a funcionalidade e simplicidade no uso, deixando muitas vezes informações sensíveis expostas nas mãos de possíveis atacantes.

  • Códigos maliciosos

Os cibercriminosos geram códigos maliciosos com o intuito de roubar informação financeira e credenciais de Redes So­ciais para propagar campanhas maliciosas em nome das vítimas. Mesmo assim, espionam o comportamento de navegação das pessoas, de modo que possam gerar spam personalizado, tendo em conta os sites e ofertas que mais se visitam.

Diante desse cenário, é evidente a importância de contar com uma administração adequada da informação que se compartilha na web. As boas práticas de privacidade devem ser acompanhadas das medidas de segurança habituais, que protegerão a identidade digital de qualquer usuário.

Tendo em conta que cada vez mais informações são administradas nas contas, é lógico que os cibercriminosos destinem mais recursos à pesquisa e criação de códigos maliciosos para roubar credenciais, conseguir acesso à informação do perfil e, até mesmo, ter uma base mais robusta para os ataques de Engenharia Social.

Así que, para conocer cómo resguardar los datos y proteger la identidad digital, no se

Para saber como cuidar dos seus dados e proteger a sua identidade digital, confira o nosso Guia de Privacidade na Internet, disponível na nossa seção de Guias.

Discussão