4 dicas para aproveitar os serviços em streaming sem ser infectado

4 dicas para aproveitar os serviços em streaming sem ser infectado

Para aproveitar esses serviços de forma segura, é importante estar atento a alguns detalhes. Confira o nosso post de hoje e saiba mais!

Para aproveitar esses serviços de forma segura, é importante estar atento a alguns detalhes. Confira o nosso post de hoje e saiba mais!

Quem nunca buscou o seu filme favorito, série ou mesmo aquele grande evento para assisti-lo por meio de uma transmissão pela Internet? Acredito que hoje em dia essa seja uma situação bastante corriqueira. No entanto, para aproveitar esses serviços de forma segura, é importante estar atento a alguns detalhes. Confira o nosso post de hoje e saiba mais!

Para que você possa entender melhor, vou começar com a definição de streaming: uma maneira de acessar diferentes formas de transmissão (ao vivo ou gravada) com a comodidade de poder estar em qualquer lugar do planeta, principalmente em casa. Por isso, cada vez mais usuários utilizam esse serviço com mais frequência, ou seja, uma excelente situação para que os cibercriminosos possam propagar códigos maliciosos.

Muitos usuários desconhecem os perigos existentes e como os criminosos aproveitam os grandes eventos para propagar seus ataques. Já vimos casos como os falsos streaming dos Jogos Olímpicos. O Laboratório de Investigação da ESET recebe todos os dias casos de sites web com códigos maliciosos que buscam infectar os visitantes por meio de ataques Drive-by Download. No entanto, para estar protegido, veja abaixo algumas dicas para aproveitar seus eventos ou produções favoritas sem colocar em risco o seu equipamento.

#1 Sempre acesse às transmissões oficiais

Uuma regra de ouro no ciberespaço consiste em navegar por aqueles sites que são autênticos e respaldados por uma organização reconhecida, no lugar de aventurar-se por sites desconhecidos. Sempre que o usuário queira ver um evento ao vivo, deve questionar se existe uma transmissão no site oficial do evento: cada vez mais organizações oferecem transmissões de excelente qualidade e muitas vezes de forma gratuita.

É importante tentar evitar as pesquisas web com palavras como “online” ou “grátis”, considerando que os resultados obtidos podem levar o usuário para sites de diversos tipos: desde aqueles que apenas buscam obter cliques e que não contém nenhuma transmissão real, até os que podem baixar malware no equipamento. Além disso, vale a pena lembrar que vários canais de televisão oferecem suas transmissões ao vivo em seus próprios sites de forma totalmente gratuita. Um exemplo disso ocorreu durante os Jogos Olímpicos do Rio, no ano passado. Nesse caso, a Rede Globo ofereceu uma transmissão em 8K (uma resolução de ultra-alta definição) do evento, no site da emissora. Por isso, sempre será melhor buscar as alternativas oficiais e os sites confiáveis para evitar cair em páginas desconhecidas que podem causar algum prejuízo para o seu equipamento.

#2 Ter uma solução de segurança instalada

Nem sempre é suficiente ser cauteloso durante a navegação pela Internet: é necessário contar com uma proteção, com uma solução de segurança que nos proteja contra os ataques que possam ocorrer pelo simples fato de visitar um site infectado. Nesse sentido, o ESET Internet Security é uma solução integral de segurança que bloqueia os sites maliciosos antes que possam baixar algum malware no dispositivo. Além disso, sua capacidade de atuar de forma proativa protege o usuário contra novas ameaças.

#3 Mantenha o navegador e seus complementos atualizados

Considerando que as transmissões se apoiam em ferramentas como o Flash Player e, em muitos casos, incluem pequenos chats ou aplicativos do Java para que os espectadores interajam, é fundamental ter sempre as versões mais recentes desses aplicativos. Se o usuário não instala as devidas atualizações, poderá ser difícil solucionar problemas de segurança. No entanto, é necessário lembrar que alguns sites maliciosos tentam enganar aos usuários para que baixem falsas atualizações de segurança, que na realidade podem ser um malware. Por isso, sempre é necessário atualizar cada um desses complementos, assim como o navegador, por meio dos sites oficiais ou através de suas ferramentas de auto-update.

#4 Evite assistir transmissões realizadas por meio de blogs

Hoje em dia podemos encontrar muitos blogs que são criados exclusivamente com o propósito de transmitir eventos de diversos tipos, principalmente de caráter esportivo. De fato, é comum que quando se realiza uma pesquisa web para a transmissão de um evento, grande parte dos resultados dirijam aos usuários para blogs com o serviço em streaming. No entanto, o problema é que os blogs são uma das páginas mais vulneráveis em toda a América Latina e os cibercriminosos os atacam para hospedar códigos maliciosos, buscando prejudicar os espectadores que visitem ao blog vulnerado. Nesses casos, se o usuário não está protegido, às vezes, pode infectar-se apenas com o fato de visitar a página, mesmo que não cliquem ou não interajam com nenhum elemento do site.

Seguindo essas dicas, você poderá aproveitar suas séries, filmes ou eventos favoritos sem ter que estar constantemente preocupado com os ataques que possam ocorrer.

Discussão