Dicas de segurança eletrônica para uma Black Friday histórica

Dicas de segurança eletrônica para uma Black Friday histórica

A Black Friday deste ano será histórica. Se os analistas do Deloitte não estiverem errados, muito mais pessoas devem sair em busca de ofertas e compras online. Também será a primeira vez em que os consumidores gastam tanto dinheiro no mundo virtual assim como nas lojas. A mesma pesquisa estima que o total de vendas

A Black Friday deste ano será histórica. Se os analistas do Deloitte não estiverem errados, muito mais pessoas devem sair em busca de ofertas e compras online. Também será a primeira vez em que os consumidores gastam tanto dinheiro no mundo virtual assim como nas lojas. A mesma pesquisa estima que o total de vendas

A Black Friday deste ano será histórica. Se os analistas do Deloitte não estiverem errados, muito mais pessoas devem sair em busca de ofertas e compras online. Também será a primeira vez em que os consumidores gastam tanto dinheiro no mundo virtual assim como nas lojas.

A mesma pesquisa estima que o total de vendas para as compras natalinas de 2016 alcançarão $1 trilhão de dólares, o que significa que as milhões de operações também oferecerão milhões de oportunidades para que os cibercrimonosos possam enganar usuários. Sabemos, por experiências passadas, que os criminosos nunca perdem a oportunidade de aproveitar estas tendências populares, como a de hoje.

Por isso, caso esteja se preparando para aproveitar as ofertas online, temos algumas dicas que te ajudarão a proteger seu dinheiro dos atacantes.

1.Use uma conexão segura

https

Nem todas as conexões com a Internet são suficientemente seguras para efetuar pagamentos online. As conexões Wi-Fi públicas disponíveis no mercado natalino não são as melhores opções para as compras em uma Black Friday ou Ciber Monday. Uma alternativa mais segura é acessar a sua e-shop favorita por meio de seu plano de dados pessoal.

2. Proteja seus dispositivos

Use um dispositivo confiável, seja seu computador, tablet ou smartphone, já que pode detectar com muito mais facilidade qualquer irregularidade em seu funcionamento. Além disso, mantenha atualizado seu sistema operacional e software a fim de evitar vulnerabilidades sem patches que podem ser utilizadas de forma abusiva. Por último, mas nem por isso menos importante, instale uma solução de segurança confiável com múltiplos filtros de proteção e que também possa oferecer proteção para suas operações e-banking e pagamentos online.

3. Seja cauteloso para não cair em falsas ofertas

Caso receba uma oferta da Black Friday (ou Cyber Monday) que pareça “muito boa” para ser verdade, existe uma grande possibilidade de que talvez não seja. É bem comum recebermos falsas ofertas na caixa de entrada do email durante a época de fim de ano. Elas são usadas para seduzir as vítimas com páginas web falsas que coletam informações confidenciais (tal como o número do cartão de crédito) ou dados de contas. Para evitar problemas, acesse as lojas online digitando a URL correta na barra do navegador.

4. Sempre verifique a URL

url_falsa_phishing

Sempre que possível, opte pelas marcas confiáveis e respeitadas que oferecem um ambiente de compras seguro e podem ajudá-lo a resolver possíveis inconvenientes. No entanto, continue atento, mesmo quando esteja navegando pela página web de uma marca conhecida. Os golpistas podem criar sites web falsos que tem uma aparência quase idêntica com os originais.

Para evitar este tipo de armadilha, confira atentamente a URL. As URL falsas podem ser identificadas facilmente, pois utilizam endereços de internet diferentes das páginas oficiais que tentam imitá-la.

5. Use cartão de crédito ou serviços de pagamento seguro

É muito mais seguro efetuar uma compra online com o cartão de crédito ou por meio de um serviço de pagamento online, já que não implica o uso de dinheiro de sua conta corrente ou poupança. Inclusive, caso ocorra uma transação fraudulenta, o banco ou o serviço poderá explicar parcialmente o que ocorreu.

Leia também: Saiba como proteger suas operações bancárias online.

Discussão