Dicas para os pais: como proteger os dispositivos das crianças na escola e em casa?

Dicas para os pais: como proteger os dispositivos das crianças na escola e em casa?

As crianças e os adolescentes passam grande parte do tempo navegando pela Internet e, quando não contam com a proteção adequada, podem ser um alvo fácil tanto para o roubo digital como físico. Por isso, é importante proteger os dados e os dispositivos pessoais tanto na escola como em casa. Proteja os dispositivos na escola

As crianças e os adolescentes passam grande parte do tempo navegando pela Internet e, quando não contam com a proteção adequada, podem ser um alvo fácil tanto para o roubo digital como físico. Por isso, é importante proteger os dados e os dispositivos pessoais tanto na escola como em casa. Proteja os dispositivos na escola

As crianças e os adolescentes passam grande parte do tempo navegando pela Internet e, quando não contam com a proteção adequada, podem ser um alvo fácil tanto para o roubo digital como físico. Por isso, é importante proteger os dados e os dispositivos pessoais tanto na escola como em casa.

Proteja os dispositivos na escola

Se seu filho usa um computador de mesa, um equipamento portátil ou um smartphone, seja em casa ou em lugares públicos, as duas preocupações principais quanto a segurança são o roubo físico do dispositivo e o roubo de seus dados. Há certas coisas que se pode ter em conta para minimizar as probabilidades de ambos tipos de roubo e para minimizar os prejuízos no caso de que ocorram; confira algumas dicas que podem ser muito úteis para os pais:

Ensine as crianças a cuidarem dos dispositivos

O fato dos “pequenos” perderem coisas faz parte de nossa realidade cotidiana. As crianças que não tem idade suficiente para cuidar dos dispositivos de forma razoável, nem mesmo têm idade suficiente para usá-los sem supervisão. Os que tem idade suficiente para cuidar dos dispositivos devem aprender a não os deixar desbloqueados nem sozinho.

Para ajudá-los com esta tarefa, se pede que consiga uma mochila para transportar o dispositivo que não diga que o leva dentro: as proteções para equipamentos portáteis ou as mochilas com marca de empresas de tecnologia dão a entender o que exatamente há dentro. Hoje em dia, há muitas mochilas especialmente projetadas com um fundo acolchoado a parte para levar um dispositivo sem que este seja notado.

Proteja os dispositivos para o caso de perda

Se uma criança perde o telefone ou o equipamento portátil e previamente havia instalado uma aplicação antirroubo, esta pode te ajudar a rastrear o dispositivo, ou ao menos excluir de forma remota a informação ali armazenada para que os contatos e os dados não caiam nas mãos de um terceiro.

Além disso, a maioria dos dispositivos agora oferecem a opção de fazer um backup automático dos contatos e arquivos multimídia, o que pode ajudar para que a substituição do dispositivo perdido seja menos traumática.

Simplifique o uso das senhas

Muitos sites e aplicativos utilizam senhas para proteger o acesso às informações privadas. Em lugar de tratar de explicar as crianças o conceito complexo de criar boas senhas, há opções mais fáceis de autenticação com as quais se pode começar.

Uma possibilidade é instalar um gerenciador de senhas. Estes aplicativos móveis criarão senhas fortes e exclusivas para as crianças, com atualização periódica. Um benefício adicional de ter um aplicativo para isto é que, ao ter uma senha que não necessitam lembrar nem escrever manualmente, os pode ajudar a proteger-se contra ataques de phishing.

Para a senha mestre do administrador, se pode dizer as crianças que usem uma frase em lugar de uma palavra. O conceito da frase é fácil de explicar e de lembrar e, além disso, é mais difícil que um atacante possa adivinhá-la: consiste em uma série de palavras e inclusive pode ser tão longa como uma oração.

A segunda opção para facilitar a autenticação é escolher dispositivos que usem um escâner de impressão digital, de modo que as crianças possam bloqueá-los e desbloqueá-los facilmente.

Evite os aplicativos móveis de fonte duvidosa

Para evitar que seu filho instale um malware e aplicativos móveis que possam extrair dados, configure seu dispositivo para que apenas instale aplicativos provenientes de lojas oficiais ou para que solicite sua autorização antes de instalar qualquer aplicativo.

Também é importante explorar os aplicativos móveis com um produto antimalware antes de instalá-lo no dispositivo.

Proteja os dados das crianças em casa

Os dados não apenas podem se perder enquanto estamos fora de casa, por isso também é importante protege os dados em casa:

  • Se você guarda informações pessoais de seus filhos em um dos equipamentos que utiliza, é importante que realize a encriptação desses arquivos assim como faria com seus dados confidenciais.
  • O roubo das identidades das crianças normalmente passa despercebido durante anos. Por isso, comprove periodicamente o histórico de seus filhos ou os perfis com o nome deles, assim como você faria com suas próprias contas, para detectar qualquer atividade inesperada.
  • Use um firewall e um antimalware para ajudar a proteger seu computador de uso doméstico contra intrusos não desejados que podem tentar roubar os dados de seu filho, assim como o seus.

Você pode pensar que a informação das crianças é de menos valor que a dos adultos, já que não podem ter dados financeiros atrativos como números de cartão de crédito ou credenciais bancárias. No entanto, no fim das contas, a idade não importa: seus dados e sua identidade sempre serão valiosos para os cibercriminosos, e corrigir os problemas causados por sua perda ou roubo é sempre muito incomodo.

Há uma grande variedade de soluções de segurança para ajudar você a proteger os dispositivos de suas crianças. Depois de tudo, a proteção dos dados de sua família te ajudará a evitar dor de cabeça.

Discussão