Dicas de segurança para proteger o seu WhatsApp

Dicas de segurança para proteger o seu WhatsApp

Recentemente o WhatsApp anunciou que tem mais de 700 milhões de membros ativos por mês, que enviam um total de 30 bilhões de mensagens diariamente. Como podemos ver, é um enorme volume de informações pessoais e mesmo com todas as mensagens e dados agora cifrados, sempre vale a pena ser mais cuidadoso. A seguir veja

Recentemente o WhatsApp anunciou que tem mais de 700 milhões de membros ativos por mês, que enviam um total de 30 bilhões de mensagens diariamente. Como podemos ver, é um enorme volume de informações pessoais e mesmo com todas as mensagens e dados agora cifrados, sempre vale a pena ser mais cuidadoso. A seguir veja

Recentemente o WhatsApp anunciou que tem mais de 700 milhões de membros ativos por mês, que enviam um total de 30 bilhões de mensagens diariamente. Como podemos ver, é um enorme volume de informações pessoais e mesmo com todas as mensagens e dados agora cifrados, sempre vale a pena ser mais cuidadoso.

A seguir veja nossas dicas de segurança para proteger sua conta de WhatsApp.

1. Bloqueie as fotos do WhatsApp para que não apareçam na galeria

A maior parte das conversas de WhatsApp tem um tom pessoal. Se você compartilha fotos com sua namorada ou namorado, talvez seu último desejo seja que algumas dessas imagens apareçam junto com outras na galeria de fotos do seu telefone enquanto mostra a um amigo as fotografias das últimas férias.

No iPhone, isso é fácil de regular: acesse o menu de Ajustes do celular, depois “Privacidade/Fotos” e, em seguida, desative o WhatsApp da lista de aplicativos que alimentam sua galeria de fotos.

Já os usuários do Android terão que se esforçar um pouco mais, pois podem utilizar um aplicativo para buscar arquivos como ES File Explorer, para depois encontrar as pastas de “Imagens” e “Vídeos” do WhatsApp. Em seguida, é necessário criar um arquivo chamado “.nomedia”. Desta forma, a galeria do Android deixará de buscar arquivos nessas pastas.

Se você excluir as imagens do WhatsApp da galeria e se bloquear o aplicativo da forma como explicamos, terá uma camada a mais de segurança para o caso de perda ou roubo do celular, embora não seja uma solução 100% segura.

2. Oculte a notificação de “última vez conectado”

Não quer as pessoas saibam sua última vez de acesso? Pode não parecer informação vital, mas se um golpista já sabe outras coisas sobre você, adicionar esta informação dentro de um contexto pode ser útil para saber: se já acordou ou não, se está em casa ou de férias, saindo do cinema ou subindo no avião. Talvez você somente não queira que seus contatos (especialmente seus colegas ou seu chefe) saibam que está olhando seu WhatsApp enquanto trabalha.

Você pode desabilitar ou registrar quem pode ver essa informação indo ao menu “Perfil” do WhatsApp e, em seguida, a “Privacidade” no Android, iOS, Windows ou Blackberry. Tenha em conta que, se o desativa, você também não poderá ver essa informação dos outros usuários.

3. Restrinja o acesso a foto do perfil

Sua foto do perfil é a mesma que você já utilizou em outros lugares como LinkedIn, Facebook ou Twitter? Inclusive até poderia estar no site web da empresa na qual trabalha. Se isso acontece e a imagem do seu perfil é compartilhada no WhatsApp de maneira pública, qualquer pessoa com a qual tenha falado (inclusive se uma mensagem não desejada foi respondida) pode fazer download de sua foto pelo WhatsApp e utilizar o buscador do Google para pesquisar mais informações sobre você.

Para evitar isso, ajuste a configuração de compartilhamento de sua foto do perfil em “apenas contatos” dentro do menu de Privacidade do aplicativo.

4. Tenha cuidado com os golpes

Geralmente o WhatsApp não entrará em contato com você por meio do aplicativo. Tenha cuidado com os golpes enviados por email sobre conversas, mensagens de voz, pagamento, mudanças, fotos ou vídeos, a menos que você envie um email solicitando-lhes ajuda ou suporte.

Qualquer oferecimento de inscrição gratuita, afirmando que é da equipe do WhatsApp ou convite para clicar em links com o intuito de manter ativa sua conta, é definitivamente um golpe.

5. Desative o WhatsApp no caso de perda do celular

O WhatsApp oferece aos usuários conselhos de segurança simples e efetivos para manter o controle da conta em caso de perda ou roubo do celular. Além de bloquear seu cartão SIM por meio de sua operadora telefônica, o WhatsApp recomenda que imediatamente ative o aplicativo com o mesmo número em um celular diferente, com o cartão SIM substituto.

O aplicativo pode ser utilizado por apenas um número em um só aparelho ao mesmo tempo, ou seja, se você faz isso, estará bloqueando o perfil utilizado no velho telefone. Se isso não é possível, o WhatsApp pode também desativar seu perfil.

6. Tenha cuidado sobre o que fala

Por último, utilize o mesmo sentido que se usa em qualquer outra forma de comunicação digital. Não envie informação pessoal, caso não seja necessário (endereço, números de telefone, email) e nunca envie informação bancária ou de cartão de crédito, assim como também detalhes sobre documentos de identificação como passaporte ou RG.

Discussão