Phishing ou spam? Você conhece as 5 diferenças entre ambos emails?

Phishing ou spam? Você conhece as 5 diferenças entre ambos emails?

Apesar de ser utilizado desde os anos 60, o email ainda é bastante vigente e corresponde a um dos meios de propagação de ameaças mais utilizado pelos atacantes. Uma das mensagens mais irritantes é o spam, o email que chega a caixa de entrada e oferece desde serviços de hospedagem gratuita na nuvem até comprimidos

Apesar de ser utilizado desde os anos 60, o email ainda é bastante vigente e corresponde a um dos meios de propagação de ameaças mais utilizado pelos atacantes. Uma das mensagens mais irritantes é o spam, o email que chega a caixa de entrada e oferece desde serviços de hospedagem gratuita na nuvem até comprimidos

Apesar de ser utilizado desde os anos 60, o email ainda é bastante vigente e corresponde a um dos meios de propagação de ameaças mais utilizado pelos atacantes.

Uma das mensagens mais irritantes é o spam, o email que chega a caixa de entrada e oferece desde serviços de hospedagem gratuita na nuvem até comprimidos para a calvície. Geralmente, essas mensagens vêm de empresas legítimas que buscam divulgar produtos e serviços.

No caso do phishing, trata-se de uma técnica para obter dados pessoais relacionados fundamentalmente com senhas e informações de acesso para serviços financeiros, utilizando páginas web que copiam a imagem de qualquer entidade ou empresa conhecida.

Phishing x spam: 5 principais diferenças

Como ambas chegam por email, em algumas ocasiões podem ter características e uma aparência bem semelhante. Você tem certeza que sabe reconhecer quando se trata de um email de phishing e quando se trata de um spam? A seguir veremos 5 diferenças entre os dois tipos de emails:

  1. O spam busca divulgar um produto ou serviço, enquanto que o phishing quer apenas informações pessoais e financeiras.
  2. O phishing utiliza a identidade de uma empresa conhecida na tentativa de enganar as vítimas, já o spam pode vir de uma empresa que realmente existe.
  3. Apesar dos dois tipos de mensagens redirecionam para outros sites, no caso do spam os usuários normalmente são levados para sites onde se pode adquirir o produto ou serviço divulgado; já com as campanhas de phishing, o único que irá conseguir é que roubem suas informações pessoais.
  4. Normalmente as campanhas de spam se concentram, em geral, nos serviços gratuitos de hospedagem, enquanto que os sites de phishing geralmente se hospedam em sites legítimos que são vulneráveis ou sites criados por cibercrimonosos.
  5. As campanhas de spam geralmente estendem-se a fóruns, buscadores e diversos serviços gratuitos na internet. No entanto, o phishing está mais focado em usuários de um determinado país ou região.

Proteção semelhante para ameaças diferentes

Não importa se é phishing ou spam, o importante é esclarecer que uma das principais fontes para que os atacantes consigam todas os endereços de email para propagar suas mensagens enganosas são as correntes de emails como notícias enganosas, piadas, falsas histórias, reflexões ou qualquer outro conteúdo que possa ser viralizado. Por esta razão, é muito importante ter cuidado com o que você compartilha por meio do email e sempre colocar os destinatários em cópia oculta nas mensagens.

Além disso, é necessário que você seja cuidadoso sobre onde dar cliques, evitando ser mais uma vítima de golpes virtuais que podem direcioná-lo para sites que buscam roubar informações pessoais ou inclusive descarregar algum tipo de conteúdo malicioso em sua máquina.

Apesar das duas ameaças terem uma filosofia muito diferente, a forma de proteger-se é a mesma e bastante simples: sendo muito cuidadoso com a forma de utilização da internet e aplicando o sentido comum para compartilhar suas informações.

Imagem: ©Nanagyei/Flickr

Discussão