3 opções no Facebook para proteger-se de usuários inconvenientes

3 opções no Facebook para proteger-se de usuários inconvenientes

O post abaixo tem como finalidade, ensinar os usuários do Facebook a bloquear e denunciar àquelas pessoas e publicações que sejam ofensivas. É sabido que as redes sociais como o Facebook e o Twitter tem-se convertido em espaços muito populares , sejam para compartilhar notícias, comentários, ou simplesmente como forma de passar o tempo. Ainda

O post abaixo tem como finalidade, ensinar os usuários do Facebook a bloquear e denunciar àquelas pessoas e publicações que sejam ofensivas. É sabido que as redes sociais como o Facebook e o Twitter tem-se convertido em espaços muito populares , sejam para compartilhar notícias, comentários, ou simplesmente como forma de passar o tempo. Ainda

O post abaixo tem como finalidade, ensinar os usuários do Facebook a bloquear e denunciar àquelas pessoas e publicações que sejam ofensivas.

É sabido que as redes sociais como o Facebook e o Twitter tem-se convertido em espaços muito populares , sejam para compartilhar notícias, comentários, ou simplesmente como forma de passar o tempo. Ainda que estes serviços possam resultar em benefícios tanto em termos pessoais quanto de trabalho, existem alguns usuários que publicam conteúdos inadequados, sobem fotografias sem o consentimento correspondente, ou no caso de menores de idade, estas plataformas podem ser utilizadas para ciberbulling, ou por adultos inescrupulosos para realizar grooming, perseguição,etc. Com o objetivo de evitar tais situações, é possível realizar as seguintes três ações.

1- Bloqueio de usuários: Através desta opção, a vítima pode bloquear o acesso total de terceiros para que estes não possam visualizar seu perfil e nem interagir com a pessoa. Para acessar a esta opção deve-se fazer um clique no ícone de cadeado e logo no menu clicar em “Como faço para impedir alguém de me incomodar?” Tal qual aparece na imagem abaixo:

2- Relatar publicações ofensivas ou spam: No caso do usuário observar que outra pessoa publica conteúdo inadequado ou publicidade indesejada (spam), pode reportar ao Facebook para que seja feita uma análise do caso. Para isto, é necessário situar o cursos sobre a publicação a ser denunciada. Posteriormente, fazer um clique no canto direito superior e logo pressionar o item “Relatar publicação ou spam” tal como mostra-se na imagem:

3- Denunciar outro usuário por sua conta ou conteúdos publicados: Se existe uma pessoa com um perfil falso, que tem publicado informação protegida por direitos de autoria, é possível relatá-la diretamente ao Facebook para que se possa adotar as medidas necessárias. Para acessar a esta função, deve-se abrir o perfil do usuário a ser reportado. Logo, faz-se um clique na roda dentada que aparece ao lado do botão Mensagem.

Posteriormente, faça um clique em “Relatar/bloquear…” . Ali aparecem várias opções como a possibilidade de deletar o usuário sem bloqueá-lo, bloquear o usuário completamente, e denunciá-lo por sua conta ou conteúdo publicado.

Existem mecanismos distintos destinados a freiar perseguidores, ofensar e outras situações que poderiam afetar o correto uso do Facebook. No caso dos menores de idade, estas opções serão válidas sempre e quando um adulto encontra-se presente no uso deste tipo de serviço. O Guia de Segurança e Proteção Infantil e o Guia de Segurança nas Redes Sociais são recursos úteis para pais e usuários que queiram adotar os passos necessários para poder fazer um uso mais seguro das redes sociais.

Por outro lado conhecer o novo menu implementado pelo Facebook para gerir facilmente a privacidade do usuário também contribui com o uso mais seguro destas tecnologias. Finalmente lembramos aos usuários que a recém -lançada versão 6.0 dos produtos da ESET, possuem um novo módulo denominado ESET Social Media Scanner. Através desta ferramenta, as pessoas contam com uma nova capa de proteção destinada a detectar aqueles links e conteúdos que possam representar algum risco para a segurança.

André Goujon

Especialista de Awareness & Research

Discussão