Atualidade | WeLiveSecurity

Atualidade

Pesquisador afirma que mensagens de WhatsApp podem ser “interceptadas e lidas”

Um pesquisador descobriu uma falha de segurança no Whatsapp que permite a terceiros interceptar e ler as mensagens criptografadas. Tobias Boelter, especialista em criptografia e segurança da Universidade de Berkeley, na Califórnia, acredita que isso contradiz a afirmação do WhatsApp de que ninguém é capaz de descriptografar as mensagens que são enviadas para os usuários.

Os caixas eletrônicos continuam seguros?

Há 49 anos atrás, caso precisasse de dinheiro em espécie teria que ir ao seu banco e pedir a um executivo no balcão de atendimento. No entanto, em 27 de junho de 1967 tudo isso mudou, e os cidadãos de Londres tiveram pela primeira vez a oportunidade de retirar fundos de suas contas por meio

Avalanche: as ações criminosas realmente chegaram ao fim?

  Na semana passada falamos sobre como a ação conjunta de diferentes autoridades conseguiu realizar a desmontagem da rede cibercriminosa Avalanche, que durante anos permitiu que botmasters escondessem suas atividades maliciosas por meio de uma rede que sempre mudava de hosts comprometidos. No entanto, isso realmente significou o fim das ações maliciosas realizadas por este

Black Friday: conheça algumas campanhas maliciosas

Hoje é dia de Black Friday e (não poderia ser diferente) também um momento de muitas fraudes na Internet. Identificamos um grande número de campanhas de phishing que se aproveitam da ocasião para difundirem páginas falsas ou para propagaram malware. Dentre os assuntos dos emails estão “Black Fryday TV 3D Smart LED 55 LG 1899,99 Americanas”,

As videochamadas no WhatsApp estarão criptografadas

  Dando continuidade as ações para melhorar a segurança do aplicativo, nesta segunda-feira (21), o WhatsApp adicionará criptografia ao seu serviço de videochamadas. A nova funcionalidade foi projetada para competir com outros populares serviços de chamadas de vídeo, como o Skype ou FaceTime. Em entrevista à agência de notícias britânica, Reuters, Jan Koum, CEO e