Autor
Tomáš Foltýn
Tomáš Foltýn
Security Writer
Veja os últimos posts

Formação: Mestrado em tradução e interpretação.

Um momento importante em sua carreira profissional: Ter trabalhado como editor in-house e como tradutor freelance durante a maior parte dos últimos dez anos e, mesmo assim, ter conseguido preservar uma aparência de normalidade.

Posição e história na ESET: Entrei na ESET como security writer no final de 2017, depois de ter sido picado pelo bichinho da cibersegurança.

Qual é o malware que mais odeia?: Ransomware, porque literalmente agrega insultos ao prejuízo causado.

Hobby: Ler, fazer ciclismo e viajar.

Qual é a regra de ouro no ciberespaço?: "A desconfiança e a cautela são os pais da segurança". O conhecido conselho de Benjamin Franklin 300 anos atrás se aplica muito bem ao ciberespaço.

Quando você teve o seu primeiro computador e qual era o tipo?: Um computador 386 que ganhei em meados da década de 1990. Não funcionava bem ou pode ter sido um exemplo clássico do "problema que existe entre o teclado e a cadeira".

Qual é a sua atividade ou jogo favorito no computador?: Uso bastante os feeds RSS para satisfacer o meu hábito de consumo de notícias.

Venda de informações pessoais de crianças no mercado negro on-line

A dark web está repleta de anúncios de informações pessoais roubadas há anos, mas esta é a primeira vez que publicaram ofertas de dados sobre crianças.

Você sabe quanto ganha um “caçador de bugs”?

Em alguns países, as motivações financeiras da busca por vulnerabilidades de segurança são (ainda) mais surpreendentes, segundo os resultados de uma pesquisa publicada pela HackerOne.

Um terço da Internet está na mira dos ataques DoS

A informação foi apresentada por meio de um novo estudo baseado em dados de ataques DoS que ocorreram ao longo de dois anos ao redor do mundo.

Concurso de segurança premia vencedores com dispositivos USB infectados

Um concurso de segurança taiwanês, realizado em dezembro do ano passado, involuntariamente, “premiou” vários vencedores com USB infectados com malware.

Criptomoeda: um campo minado de armadilhas para a cibersegurança

O Bitcoin experimentou um aumento de valor significativo em 2017, fazendo com que atingisse um número histórico que levou o mundo das criptomoedas ao centro das discussões.

Turla tenta trapacear usando instaladores falsos do Flash

Turla, um grupo de ciberespionagem, tenta confundir as vítimas para que instalem um malware que busca desviar informações confidenciais de seus alvos.

Investigação da ESET: Wauchos está a caminho da extinção?

Uma operação recente realizada por agências policiais em todo o mundo conseguiu derrubar centenas de botnets ao redor do planeta. A ESET participou da investigação.

Retrospectiva 2017: O ano do despertar – Parte 2

As vulnerabilidades relatadas em 2017 duplicaram em relação as registradas em 2016. Além disso, vários incidentes poderiam ter sido evitados através de patches e das boas práticas de segurança.

Retrospectiva 2017: O ano do despertar – Parte 1

Ransomware, brechas de segurança, DDoS… estes foram alguns dos protagonistas do ano que está quase terminando.

Tendências em segurança 2018: o custo do nosso mundo conectado

Os especialistas de segurança da ESET exploraram os diferentes aspectos que devem ser considerados dentro do panorama de segurança em 2018.

App de teclado expõe informações de mais de 31 milhões de usuários

O app possui mais de 40 milhões de usuários entre o Android e o iOS, mas apenas os usuários do sistema operacional do Google foram afetados pelo problema.

Problemas nas plataformas de câmbio de Bitcoin

Duas plataformas de câmbio de criptomoedas, Bitfinex e NiceHash, sofreram vários incidentes de segurança nas últimas semanas.

ESET participa de operação global para desmontar a botnet Gamarue

A ESET forneceu sua inteligência e análise técnica em uma operação internacional para desmontar várias botnets baseadas na ameaça Wauchos.

EUA acusa o suposto culpado do ataque à HBO de fraude e extorsão

A acusação descreve Mesri como um “especialista autoproclamado” que anteriormente havia trabalhado para o Irã em ataques a sistemas militares e nucleares de Israel.