Lucas Paus | WeLiveSecurity

Bio

Lucas Paus

Lucas Paus

Security Researcher

Formação: Estudante de Sistemas na Universidade John F. Kennedy de Argentina. Possui duas certificações emitidas pelo EC-Council como Certified Etical Hacker (CEH) e Certified Hacking Forensic Investigator (CHFI). Além disso, realizei diversos cursos e pesquisas no campo da segurança informática e criptografia.

Experiência profissional: Antes de integrar a ESET América Latina, me desenvolvi como Especialista Técnico em uma equipe de resposta para incidentes da Internet durante 7 anos.

Posição e história na ESET: Desde janeiro de 2015 trabalho como Security Researcher, na área de Pesquisa.

Qual é o malware que mais odeia?: No passado, Win32/Conficker, mas acredito que hoje em dia seria algum ransomware.

Hobby: No meu tempo livre gosto muito de mergulhar. Também gosto de motos, dançar, praticar esportes radicais e Artes Marciais Mistas (MMA).

Qual é a regra de ouro no ciberespaço?: Bom senso, que a sua sessão não se transforme em sua sessão.

Quando você teve o seu primeiro computador e qual era o tipo?: Foi em 1992, um PC intel AT 486. Embora conserve os meus disquetes 51/4 de DOS e Windows 3.11.

Qual é a sua atividade ou jogo favorito no computador?: Faz tempo que não jogo, mas me divirto muito com amigos jogando Def Jam: Fight For NY o al Age of Empires.

Artigos por autor

Wardriving, um censo digital das redes Wi‑Fi?

Um dos eventos mais interessantes que participei durante 2016 foi a décima segunda edição do Ekoparty: “Hold the Backdoor”, uma conferência de segurança que ocorreu em Buenos Aires (AR). No segundo dia do evento, foi realizado um incrível seminário sobre a wardriving, que terminou com um passeio pelas principais ruas da cidade, no qual mais

Suposto aniversário: descobrimos a nova isca dos cibercriminosos

Já faz um certo tempo que estamos alertando aos nossos leitores sobre pesquisas que simulam dar cupons de desconto para as vítimas que compartilharam links maliciosos. Essa tendência manteve-se, embora tenham alterado um pouco a forma de uso da Engenharia Social. Agora, os golpistas começaram a usar o pretexto do aniversário de diferentes marcas e

Cuidado com 5 tipos de phishing!

De uma forma geral, podemos dizer que todas as técnicas que descrevemos neste post estão vinculadas com a Engenharia Social. Normalmente, os atacantes se passam por uma empresa conhecida, rede social, instituição financeira ou algum site de vendas online, com o intuito de roubar informações confidenciais das vítimas. Como já falamos em alertas anteriores, esse

Vídeos falsos destinados ao Facebook no Brasil: não seja mais uma vítima!

Nos últimos dias, o Laboratório de Investigação da ESET tem alertado sobre novas campanhas maliciosas que utilizam o Facebook. Com mais de 1.900 bilhões de usuários ativos diariamente, não é de surpreender que os cibercriminosos continuem usando esta popular rede social como plataforma de propagação. Neste post, você pode ver como muitas pessoas estão compartilhando