Más notícias para criminosos: Novo Android Lollipop protegido contra restauração de configurações de fábrica

Más notícias para criminosos: Novo Android Lollipop protegido contra restauração de configurações de fábrica

A última versão do Android, batizada de Lollipop, terá uma nova funcionalidade que poderia fazer com que celulares sejam bem menos interessantes para ladrões: restaurar as configurações de fábrica (conhecido como reset de fábrica) somente será possível com o uso de uma senha. Segundo o site TechHive, “legisladores estão comemorando essa nova funcionalidade, já que

A última versão do Android, batizada de Lollipop, terá uma nova funcionalidade que poderia fazer com que celulares sejam bem menos interessantes para ladrões: restaurar as configurações de fábrica (conhecido como reset de fábrica) somente será possível com o uso de uma senha. Segundo o site TechHive, “legisladores estão comemorando essa nova funcionalidade, já que

Android-killswitch-in-lollipop-623x410

A última versão do Android, batizada de Lollipop, terá uma nova funcionalidade que poderia fazer com que celulares sejam bem menos interessantes para ladrões: restaurar as configurações de fábrica (conhecido como reset de fábrica) somente será possível com o uso de uma senha.

Segundo o site TechHive, “legisladores estão comemorando essa nova funcionalidade, já que se aproxima das medidas que vem sido propostas para a segurança desses dispositivos”, já que a necessidade de uma senha para que um telefone celular tenha seus dados deletados completamente em teoria deveria fazer com que o valor de um celular roubado baixasse.

Embora os usuários de Android já possam bloquear, deletar todos os dados remotamente ou localizar um telefone perdido na Internet através do Administrador do Dispositivo Android, a plataforma atualmente não oferece nenhum recurso para evitar que um ladrão delete todos os dados do dono do aparelho, se a tela não estiver bloqueada. Então essa nova funcionalidade pode ser considerada uma camada adicional de proteção que deveria fazer com que dispositivos móveis sejam alvos menos interessantes.

Essa funcionalidade ainda apresenta detalhes que poderiam ser melhorados. O fato de que os usuários têm a opção de ativar ou não o uso de uma senha para permitir que o celular volte a estar como veio de fábrica dá uma certa esperança aos criminosos. Segundo o site da empresa Forbes, “a opção de não ativar essa nova função, algo normal entre usuários, dá aos criminosos a sensação de que suas chances de roubar um dispositivo vulnerável seja grande, e portanto um dispositivo protegido acaba roubado da mesma forma”.

George Gacsón, Desembargador do distrito de San Francisco, EUA, aprovou a novidade, porém ele também demonstrou uma certa preocupação ao dizer que “para que essas medidas antifurto surtam efeito contra essa epidemia, elas devem vir ativadas de fábrica, assim os criminosos violentos são desestimulados a roubar telefones celulares”.

Seguiremos incentivando todas as empresas do ramo – incluindo o Google – a adotar esses passos adicionais para garantir que essa tecnologia seja empregada de fábrica em todos os dispositivos.”

A novidade, no entanto, é um passo na direção certa. O site The Verge reportou que a introdução de medidas de segurança similares da empresa Apple para iPhones produziram um efeito positivo no combate ao crime: “Desde o lançamento de diversas camadas de proteção para o sistema operativo iOS, o número de furtos de iPhones caíram drasticamente”. A Microsoft prometeu lançar uma funcionalidade semelhante para o Windows Phone, assim que se espera que a atenção dos criminosos seja desviada dos dispositivos móveis no futuro.

 

Imagem George Dolgikh / Shutterstock.com

Author Staff Writer, ESET

Adaptação Ilya Lopes, ESET

Discussão